domingo, 29 de agosto de 2010

MOÇA DE 36 ANOS



Era um baile de músicas variadas. Naquele instante tocavam musicas que a juventude presente ficou extasiada. Era estilo "universitário" anteriormente (muitas e muitas décadas atrás) era conhecido como "Música Sertaneja".

A maioria dos presentes, formada de jovens, com suas roupas típicas para a ocasião, ou seja, jeans, botas e chapéus cantava uníssona. De repente, aquele senhor de terno e gravata, aparentando uns 45 anos postou-se à frente de uma mesa para apreciar a manifestação dos jovens, sem perceber, entretanto, que atrapalhava a visão daquelas pessoas sentadas às mesas logo atrás.

- Moço, o Senhor é Político ?
- Político ? Eu ? Por que ?
- Com essa roupa que não tem nada a ver com a música e em época de eleições. Só pode ser candidato. O Senhor é candidato a que ?
- Ah ! Candidato ? Bem,... não espalhe pra ninguém mas estou me candidatando ao Cargo de Imperador do Mundo e hoje eu vim aqui pra apresentar a minha plataforma polítca....!
- Imperador do Mundo ? Mas a eleição não é para Presidente ?
- Sim, é para Presidente sim,... mas depois que acabarem de tocar essa música, eu vou ser chamado para apresentar meu programa de governo como Imperador.
- O Senhor está falando sério ?
- Claro que estou !

A moça, aparentando uns 36 anos, ficou nervosa e virou-se para a sua "galera" (os amigos das mesas vizinhas) e gritou:

- Olha aí, gente. Tem Politico aqui querendo acabar com a nossa festa !

Vaia geral. Até a banda parou de tocar e de lá do palco manifestações agressivas contra aquele tipo mal desejado no local. Veio a Segurança dar proteção ao indivíduo pois um grupo muito afoito queria linchar o coitado do homem.

- Ei gente ! É brincadeira... É brincadeira.  Eu não sou político não.  Eu vim aqui nesse baile com esse terno porque eu não sabia que poderia entrar com roupa esporte.

Uns conhecidos do sujeito, muito preocupados, puxaram-no de lado dando-lhe o devido sermão:

- Ô mermão,... tu é mesmo burro. Onde é que se viu vir aqui com essa roupa e ainda dizer que é candidato? O povo aqui quer só cantar e dançar e politico aqui não tem vez.

A moça que havia chamado a atenção do pessoal ficou penalizada e sentiu-se culpada. Tentou acalmar o pessoal dizendo:

- Eu estava brincando, pessoal... Eu estava brincando. Ele é meu amigo e veio aqui pra dançar comigo....

Embora muito desconfiados, os mais revoltados voltaram aos seus lugares e a banda recomeçou a tocar.

- Ah, moça, muito obrigado por salvar minha pele. Puxa vida,... eu também não tinha que fazer brincadeira fora de hora. E agora se eu não dançar com você....
- Venha, vamos dançar. Você sabe dançar?
- Bem, esse tipo de música não. Mas se voce me ensinar....

O Homem suava de preocupação, de calor, de medo e dos passos agitados da dança. Aos poucos foi se acostumando... 

- Qual seu nome, moça?
- Izilda. E você ?
- Arthur
- Arthur ? Legal.... Olha: estão cantando aquela música do Eduardo Costa,... Moça ! Ouça como é linda.

Dançaram durante toda aquela música que foi cantada por todos os presentes, como se fosse um hino. Que emocionante... Coisa de dar tremedeira de tão bonita que foi a manifestação geral.

Dançaram outras músicas e outras seleções e ficaram amigos.

Arthur sentou-se a mesa de Izilda e conheceu todos seus amigos,... aqueles antes agitados e depois de muitas  cervejas, piadas e cantarolas...já não havia mais gravata, camisa aberta, paletó jogado num canto,... e sorriso geral.

- Moça: é verdade que você tem 36 anos ? Juro que pensei que tivesse no máximo uns 25 anos.
- É, as aparencias enganam, né ? Você também não parece ter os 40 que falou. De próxima vez, venha vestido a carater, com a roupa mais apropriada que a idade não será problema algum para a nossa turma toda que veio aqui só pra festejar a alegria de sermos amigos ! Seja bem vindo ao nosso grupo !

Arthur olhou pensativo para aquela turma toda de copo erguido na mão, fazendo brinde a chegada de um novo amigo...

- Um brinde a vocês todos. A vida nos ensina cada coisa boa a cada instante.... Feliz de estar aqui com vocês !

Nenhum comentário:

Postar um comentário