sábado, 15 de dezembro de 2012

UM SONHO DE CRIANÇA

Estava com uns seis anos de idade quando a notei pela primeira vez.
.
Incrível: como poderia passar pela cabeça de uma criança de seis anos, um sentimento tão interessante mas até então desconhecido que aumentava a cada dia e ficava cada vez mais de uma forma quase incontrolável ?.
.
Voltava do “Jardim da Infância” para casa e ela o dia todo em meus pensamentos.
.
Aquele lindo sorriso, meigo, ingênuo,... aquela voz tão suave, aqueles olhos que me hipnotizavam... !.
.
Eu não sabia o que fazer. Não podia comentar com meus pais com medo de que pudessem aplicar alguma punição. Também não podia comentar com nenhum colega pois certamente não seria compreendido mas sim vulgarizado pois, eles, não perdoavam ninguém que confessasse simpatia por uma garota e, assim, eu seria ridicularizado o dia todo:
.
- Olha lá o bobinho que está apaixonado pela... ! Bobo, bobo, bobo... !
.
Também não sabia se estava apaixonado pois não sabia o que era isso. Mas era um sentimento que sufocava e eu queria vê-la cada vez mais. Por sorte, éramos bons amigos e nossos pais eram bons amigos.
.
Estudávamos muitas vezes juntos, fazíamos trabalhos juntos. Mas nunca tive a coragem de dizer o que eu sentia com medo de perder sua amizade e, quem sabe, ser punido por nossos pais.
.
Que situação difícil !.
.
Decidi dar tempo ao tempo e continuar perto, cultivando sempre a boa amizade que tínhamos... !.
.
O tempo passou, já éramos adolescentes e mesmo assim nunca tive a segurança de que já poderia falar sobre o assunto pois não estava confiante que aquele sentimento fosse recíproco.
.
Sempre que íamos aos bailinhos, dançávamos juntos alegremente.
.
Certa vez, já com uns dezenove anos de idade, estávamos dançando e arrisquei aproximar meu rosto do dela. Ela usava um vestido sedoso e assim pude sentir com as mãos aquele corpinho tão bonito e tão prazeroso de se tocar. Encostei meu corpo ao seu e mal conseguíamos respirar, muito menos falar qualquer coisa. Fiquei excitado mas atordoado com o que ia acontecendo e, com medo, mais uma vez, de uma admoestação, convidei-a para tomarmos um refrigerante e ficar lá conversando com os demais amigos.
.
Poucos minutos depois, desesperado, fui embora daquele clube deixando aquela garota com suas amigas. Peguei meu carro e, sem saber o que fazer, saí da cidade com pressa, rumo à outra cidade que então eu morava fazia uns quatro anos... !
.
Os dias passaram...
.
Enviamos cartas e mais cartas, sempre com os dizeres:
.
“ Oi amiga, tenho muitas saudades de você !. Como vai nossa cidade ? Como vai você ?...”
“ Oi amigo, estou com saudades de você !. Quando você voltará à nossa cidade ?. Ah, quando você vier, quero que se hospede em minha casa, pois assim teremos mais tempo para conversarmos e passarmos mais tempo juntos... !”
.
Eu estava mesmo apaixonado mas continuava na dúvida se o mesmo acontecia com ela...
.
No colégio, na nova cidade, conheci uma nova garota e logo resolvi esquecer aquela menina dos meus seis anos de idade...
.
Alguns anos se passaram e casei-me. Não tive mais notícias da outra.
.
Quatro anos depois de casado, minha tia e seus filhos vieram nos visitar. Que alegria rever os primos e aquela tia que eu tanto gostava.
.
Coincidência: ela também era tia daquela menina dos meus seis anos...
.
Minha tia chamou-me para conversarmos fora de casa. Não entendi porque eu deveria ir até a calçada mas logo imaginei que algum segredo iria contar...
.
- “ Sabe, ... ela me levou um convite de casamento e me disse que só vai se casar com aquele rapaz se você disser que não quer nada com ela. Ela confessou que sempre amou muito você e que gostaria de se casar com você ! Ela está esperando sua resposta. O que digo pra ela ?.”
- Tia, mas agora já estou casado. Ela nunca demonstrou que gostava de mim a esse ponto. Sempre fomos amigos e eu sofri esse tempo todo calado...
- Mas ela te ama muito e não se conforma de não ter você. Porque você não vai até lá e resolve essa situação ?.
- Não tia. Agora eu não posso mais. Minha mulher está grávida e não posso dar esse desgosto a ela e a ninguém. Fico feliz em saber que aquela garota  também me amava, ... mas não foi a vontade de Deus e agora não posso mais !.
.
Ela se casou e teve filhos. Um dia encontrei-a em casa de sua mãe, com seu filhinho recém-nascido. Nunca falamos sobre nosso passado e a partir daquela dia nunca mais nos vimos ou falamos.
.
Hoje li seu nome em algum lugar. Não sei onde ela mora, nada mais sei a seu respeito mas escrevi uma mensagem:
.
- “ Oi, tenho saudades. Como você está ? Onde você mora ? Quero te ver !.”...
.
Talvez receba uma resposta...
.
Aquele dia, quando tinha seis anos de idade, estava todo ensolarado, o céu tão lindo, tudo muito bonito à minha volta e consigo agora sentir aquela deliciosa sensação !.
.
Era Abril e a temperatura variava, sendo quentinha entre 10 da manhã até às 4 da tarde. Depois começava a soprar uma brisa fresquinha que ia esfriando... 

Estou sentindo aquela brisa novamente !. Sonhando acordado, parece que vejo aquela linda menina vindo ao meu encontro sorrindo...


.  Blue eyes  -  Elton John
.
Raul Ramos Neves de Abreu
23  Junho  2015

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O PODER DA SÍNTESE

Admirável  e ímpar, a capacidade de alguns para sintetizar a expressão de idéias, pensamentos, projetos, etc., através dos diversos tipos e meios de comunicação.

Não conheço a pessoa autora da síntese que apresentaremos a seguir mas, com certeza, além do humor é dotada de uma visão muito interessante  (apesar de muito sacana).

Tomo a liberdade, pedindo licença ao autor desconhecido, de ilustrar um pouco, acrescentando algumas referências públicas que estão disponíveis  no site Google a fim de que os interessados que não conheçam ou não disponham dos livros  citados possam, ao menos, ter uma idéia mais clara sobre os temas.

Lamentamos apenas  que não foram  apresentadas sínteses dos  grandes  autores brasileiros, tais como Nelson Rodrigues (aquela  linda gatinha) e Carlos Zéfiro (saudades de minha infância), romancistas renomados que poderiam colorir ainda mais as análises abaixo  apresentadas.

Então,... vamos lá :

RESUMÃO DOS MELHORES LIVROS DA LITERATURA MUNDIAL:

... destinado às  pessoas "MUITO OCUPADAS" e "SEM TEMPO" para a leitura

1 - ROMEU E JULIETA    -    112 páginas
Autor:  WILLIAM SHAKESPEARE

" Dois adolescentes doidinhos se apaixonam, mas as suas famílias proíbem o namoro. As duas turmas saem na porrada, uma briga bem ferrada e muita gente se machuca.
Então,... um padreco muito filho-da-mãe tem uma idéia muito  da  idiota e os dois morrem depois de beber um veneno pensando que era sonífero que  apenas iria enganar e assustar os  familiares."


-    F    I    M    -

2  -  MADAME BOVARY    -    778 páginas
Autor:  GUSTAVE FLAUBERT

" Uma dona de casa mete o chifre no marido e transa com o padeiro, o leiteiro, o carteiro, o homem do boteco, o dono da mercearia e um vizinho cheio da grana,...ufa,...! Depois entra em depressão, remorso, envenena-se e morre."

http://pt.wikipedia.org/wiki/Madame_Bovary

-    F    I    M    -

3 - GUERRA E PAZ    -    1.200 páginas
Autor: LEÓN TOLSTOI

"Um rapaz não quer ir à guerra por estar apaixonado e, por isso, Napoleão invade Moscou e a mocinha casa-se com outro.


-    F    I    M    -

4  -  EM BUSCA DO TEMPO  PERDIDO    -    1.600 págnas
Autor:  MARCEL PROUST

" Um rapaz asmático sofre de insônia porque a mãe não lhe dá um beijinho de boa-noite. No dia seguinte (pág 486 do vol I), come um  bolo e escreve um livro. Nessa noite (pág. 1344 vol VI) tem um ataque de asma porque a namorada (ou o namorado ???) se recusa a dar-lhe uns beijinhos. Tudo termina num baile (vol. VII) onde todos estão muito velhinhos e... pronto ! "


-    F    I    M    -

5  -  OS LUSÍADAS    -    160 páginas  em formato PDF 902 kb
Autor:  LUIS VAZ DE CAMÕES  

" Um poeta com insônia decide encher o saco do Rei e contar-lhe uma história de marinheiros que, depois de alguns problemas (logo resolvidos por uma Deusa super gente fina), ganham a maior boa vida numa ilha cheia de mulheres lindas e sensuais ."


-    F    I    M    -

6  -  HAMLET    -    por volta de 420 páginas
Autor:  WILLIAM  SHAKESPEARE

" Essa é de matar:  Um príncipe dinamarquês  com insônia passeia pelas muralhas do castelo quando o fantasma  do  pai lhe diz que foi morto pelo tio que dorme com a mãe, cujo homem de confiança é o pai da namorada que, entretanto, se suicida ao saber que o príncipe matou o seu pai para se vingar do tio que tinha matado o pai do  seu namorado e dormia com a mãe. O  príncipe mata o tio que dorme com a mãe depois de falar com uma caveira e... morre assassinado pelo irmão da namorada, a mesma que era doida e que tinha se suicidado... ufaaaaaaaaaaaaaa......"


-    F    I    M    -

7 -  ÉDIPO REI    -    128 páginas
Autor:  SÓFOCLES

" Maluco tira uma onda, não ouve o que um ceguinho lhe diz e acaba matando o pai, traçando a mãe e furando os olhos. Por conta disso, séculos depois, surge a Psicanálise que, enquanto mostra que você vai pelo mesmo caminho, lhe arranca os olhos da  cara em cada  consulta (e muitas consultas...). Parada muito doida mâno ! "


-    F    I    M    -

8  -  OTHELO    -    471 páginas
Autor:  WILLIAM SHAKESPEARE

" Um Rei, otário, tremendo zé-roela, tem um amigo muito filho-da-mãe que só  pensa em fazê-lo de bobo. O malandro não ganha um cargo no governo e resolve se vingar do Rei, convencendo-o que a Rainha está fazendo caridade para um outro. O Zé Mané acredita e mata a Rainha. Depois, acaba descobrindo de que não era corno mas, sim, muito burro por ter acreditado no traíra. Então,... muito do sacana, ele - o Rei, manda prender o safado e  passa a viver chorando sozinho... (será que saudade do traíra ou da traíra ?). "

http://pt.wikipedia.org/wiki/Otelo,_o_Mouro_de_Veneza 


-    F    I    M    -


CONCLUSÃO:

Você  acaba de ECONOMIZAR a leitura de mais de 7.000 páginas em apenas alguns minutos e R$  Milhares de Reais na compra desses livros.  Agora,... você pode gastar com o que mais gosta, quer seja CARAS, Playboy ou....


-    o    -
Raul Neves Abreu
01 / 11 / 2012






domingo, 28 de outubro de 2012

SEMPRE BEM !


Levantei bem cedo e logo fui tomar um banho bem gostoso para refrescar todo o calor que faz nesta primavera e nesta cidade tão quente que é Ribeirão Preto.  Um sabonete bem cheiroso e refrescante, claro,... só poderia mesmo usar algo de melhor qualidade para sentir-me bem e ir apresentar-me bem disposto naquela salinha acanhada e muito quente onde estava a Urna de Votação para cumprir com o dever de cidadão.
.
Lembrei-me de algumas pessoas muito importantes em minha vida:
.
Minha mãe estava com 86 anos de idade quando foi cumprir seu dever de votar. Naquele dia eu tentei dissuadi-la daquele compromisso, pois o calor estava intenso e poderia prejudicá-la já que ela queria ir até o local “caminhando a pé”, negando-se a ir de carro com a justificativa que precisava fazer exercícios sempre para estar sempre bem !
.
Não gostei muito de acompanhá-la daquela maneira, pois ela era muito vagarosa e isso me deixava muito cansado e inquieto (sem paciência). Mas,... lá fomos nós ... e naquele local as pessoas não paravam de elogiá-la pela disposição e pela demonstração de cidadania que sempre a distinguiu em todas as suas atitudes como professora, como mulher, amiga, conselheira e pessoa respeitável que sempre foi.
.
Restou-me, portanto, admirar o valor daquela mulher e envaidecer-me por ser seu filho. Ela sempre dizia:
.
- “ Não espere e não cobre por exemplos alheios, mas aja e seja  sempre como espelho refletindo apenas o respeito,  boas ações e bom comportamento, pois somente assim  será um homem  digno e alcançará  a sua felicidade ! A grande mudança  que as pessoas desejam ver, deve começar no próprio interior de cada um, ... dando bons exemplos ! ”
.
Balancei a cabeça e já estava entrando naquela salinha apertada, quente, acanhada ... e lá estavam várias pessoas trabalhando em pleno domingo, desde bem cedo até bem tarde,... Receberam-me com sorrisos, cumprimentando-me com alegria... Emocionei-me vendo, como dizia mamãe, pessoas que eu não conhecia demonstrando bons exemplos com alegria, respeito, bom humor, disposição...
.
- Bom dia, Sr. Abreu. O Senhor é sempre um dos primeiros...
- Sim, acho que devemos cumprir nossas obrigações em primeiro lugar... Mas aqui está tão quente, como vocês estão aguentando ... Vocês estão bem ?
- Sempre bem,... Sempre bem,... faça chuva ou faça sol ! Sempre bem ! (respondeu-me a mocinha, enquanto os demais sorriam espontaneamente).
.
.
Fiquei  pensando... Um domingo lindo como o de hoje, muito sol, típico  para um  passeio, um lazer no  clube, uma festinha em família - o tradicional  churrasco, ... música alegre,... alegria,...alegria,... e aquelas pessoas ali, alegres, felizes, voluntariamente cumprimento o dever cívico e, acima de tudo, esboçando um sorriso de boas-vindas contagiante às pessoas que ali chegavam, essas nem sempre com a mesma vibração de bem estar, disposição, alegria... mas aqueles com o sentimento solidário e de bem querer à Cidade, à Pátria, ao simples fato do bem querer mesmo com a cansativa jornada do "entrar muito mais cedo e chegar, não importando a hora, quando o trabalho terminar. Muito bonito, um  exemplo que emociona e que só nos faz bem ! Não sei os seus nomes,... mas gostaria de homenageá-los !

Lembrei-me da máxima : " Fazer o bem, sem se importar a quem ! "


SEMPRE BEM ! SEMPRE BEM !



.
Aquela frase levou-me imediatamente para bem longe no tempo, trazendo-me a lembrança tão agradável de uma Senhorinha, mais idosa que minha mãe, que era a mantenedora de uma Instituição onde cuidava, como seus próprios filhos, de cerca de 250 crianças e também uns 20 velhinhos !
.
A Instituição, conhecida como LAR DA MAMÃE CLORY, iniciou-se em 1968 em Andradina quando Mamãe Clory recebeu um pedido de um senhor, pedreiro, para que ela cuidasse de seu sobrinho Robertinho de apenas um ano de idade, pois sua mãe havia falecido e o pai não tinha recursos e nem tempo disponível para cuidar do menino já que era um mecânico e deixava o menino “amarrado” ao pé da mesa desde o momento que saía para o trabalho até o momento que voltava... Triste,... muito triste,...
.
Mamãe Clory imediatamente acolheu Robertinho e tratou dele durante toda vida, dando não só alimento, moradia, escola,... mas principalmente muito amor. Robertinho só começou a falar com oito anos de idade,... Hoje é casado, tem filhos é um trabalhador, honesto e digno de exemplos.
.
Quando souberam naquela cidade que aquela senhora havia abrigado o menino, começaram a levar, ou deixar na porta, outras crianças em situações extremamente delicadas... E assim,... Já nos anos 70 Mamãe Clory mantinha 250 crianças, com toda sorte de situações de origem, do estado de saúde física e mental...
.
- Mamãe Clory, a senhora está bem ?
- Sempre bem,...  Meu filhinho,... Sempre bem ! Com a graça de Deus... SEMPRE BEM !
.
Quando a conheci, em 1969, ela já se tratava de problemas cardíacos mas, mesmo assim, a sua disposição para atender todos os seus “filhinhos”, como carinhosamente os chamava, estava sempre acima de qualquer problema que ela dizia que  “apenas o bom pensamento, a boa  vontade, a fé e o amor ao  próximo” eram mais que suficientes para que sua saúde estivesse “ Sempre  Bem ! “
.
Mamãe Clory era filha de fazendeiros do Rio Grande do Sul e do Mato Grosso e dispôs todos os seus recursos materiais para o bem-estar de tantas crianças que durante todos os anos, desde 1968 até 2011 passaram ou ainda permanecem na Instituição – Associação Cristã Verdade e Luz sediada em São Bernardo do Campo.
.
Apesar de acometida de um câncer que durante anos tentava diminuir suas forças,... Foi o coração que a levou para a “outra vida” enquanto ela serena e com sorriso dizia a todos que a acompanhavam: “ Meus filhinhos,... sempre bem,... sempre bem,... com a Graça  de  Deus !”
.
Em 1969, trabalhando na Volkswagen do Brasil, comecei a estudar o idioma alemão. O professor era um Senhorzinho muito simpático, com um sotaque alemão bem engraçado, sempre sorrindo e sempre gentil...
.
VON AMMON, como o chamávamos, era Engenheiro, mas, acredito que devido à idade, dedicava-se apenas a lecionar o idioma alemão. Eu gostava muito de conversar com ele, pois ele sempre contava histórias muito interessantes sobre a Alemanha do período de guerra e das situações das pessoas... Ele era muito solidário e, pareceu-me, sofreu muito durante aquele período, pois acreditava que o mundo precisava de amor e paz e não de demonstrações de diferenças que levavam ao ódio...
.
Ele dizia que era Parapsicólogo e que praticava exercícios mentais de tal forma que conseguia controlar emoções, ansiedades,... situações que não levavam ao bem estar... Interessei-me em saber mais sobre “essas coisas” dizendo a ele que eu sofria de “enxaqueca” e que não conseguia ficar sem um remédio que mais mal fazia (efeitos colaterais), pois eu ficava apavorado quando começa a ter os sintomas de uma nova enxaqueca...
.
Von Ammon acalmava-me dizendo que a “força do pensamento” era um remédio que resolveria qualquer mal fosse físico, mental, ou comportamental e que um dia, assim que tivesse tempo disponível, iria ensinar algumas coisas (técnicas) de como praticar essa força e dominar qualquer problema...
.
Ele era cardíaco e eu presenciei várias vezes quando ele estava tendo um ataque e não estava com a medicação... Ele parava, colocava a mão sobre a testa, meditava,... meditava,... e de repente olhava para nós, alunos, e esboçava um grande sorriso convidando-nos a continuar a aula de alemão !
.
- Von Ammon, o Senhor está bem ?
- Sim, meu filho ! Estou bem ! Graças a Deus,... estou bem !
.
O coração de Von Ammon parecia não gostar de ser vencido todas as vezes que tentava abater o “bom velhinho”... E foi vencido definitivamente, pois certo dia ele esperava o elevador no terceiro andar do prédio, na própria Volkswagen,... talvez estivesse enguiçado ou talvez pessoas estivessem segurando aquele elevador... Von Ammon estava com pressa e resolveu descer a pé aqueles andares,... Ele escorregou e rolou degraus abaixo batendo fortemente com a cabeça ferindo-se fatalmente.
.
Enquanto pessoas corriam para socorrê-lo, ele ainda olhou a sua volta, talvez nem conseguindo ver as pessoas adequadamente... E despediu-se desta vida com um sorriso sereno como se fosse o merecido sono do descanso eterno !
.
SEMPRE BEM,... SEMPRE BEM... !
.
.
- Mas aqui está tão quente, como vocês estão aguentando ... Vocês estão bem ?
- Sempre bem,... faça chuva ou faça sol ! Sempre bem ! (respondeu-me a mocinha, enquanto os demais sorriam espontaneamente)
.
.
... “ Eles acreditavam em Anjos e,... porque acreditavam,... Eles existiam !”  (Clarisse Lispector)
 .


.
Raul Neves Abreu
28 / 20 / 2012

sábado, 13 de outubro de 2012

EU SEI QE VOU TE AMAR...


Como demonstrar o amor, com palavras, se todas elas já foram ditas pelos maiores pensadores ?

Eu sei que vou te amar sempre !  Mas, já disseram isso antes e há até registro de Direitos Autorais... Ah,... Tom Jobim, Vinicius de Moraes, ... !

“ Eu sei que vou te amar, ... Por toda minha vida vou te amar,... Em cada despedida eu vou te amar,... Desesperadamente, eu sei que vou te amar,... E cada verso meu será,... Pra te dizer que eu sei que vou te amar,... Por toda minha vida,... Eu sei que vou chorar,... A cada ausência tua eu vou chorar,... Mas cada volta tua há de apagar,... O que esta ausência tua me causou,... Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver,... A espera de viver ao lado teu,... Por toda minha vida !.”  (Tom Jobim)

Fico na dúvida quando falamos: “vamos fazer amor ?”. Será que é isso, o amor é fazer amor ? ... “ Amor é prosa,... sexo é poesia ! “ (Arnaldo Jabor).

Sabia que LEONARDO DA VINCI também se referiu ao amor ? “ As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar !

E então o grande escritor Wiliam Shakespeare, quando dizia:  “ O amor não se vê, mas sim com o coração !

Mas, pra falar a verdade,... apesar de que para demonstrar meu amor eu vou procurar bem lá longe o que já pensaram e expressaram sobre o amor, o amor mais gostoso é aquele com o tempero brasileiro:  “Se o amor é fantasia, eu me encontro em pleno carnaval ! ”... (Vinicius de Moraes).

Há quem goste de Fernando Pessoa,... mas achei confuso demais. Entretanto, pra não ser criticado pelos portugueses e admiradores do dito Gajo, vamos lá: “ Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo se o que quero dizer-te é que te amo ?

Gosto mesmo é de Camões que a pedido de Renato Russo, aquele compositor e cantor brasileiro, escreveu os seguintes versos: “  O amor é fogo que arde sem se ver,... É ferida que dói e não se sente,... É um contentamento descontente; ... É dor que desatina sem doer... !

Sabe,...? Não sei por que nos amamos tanto; parece que, como dizia Bob Marley, nós somos mesmo dois idiotas, pois a palavra AMOR é tão simples, tem só quatro letras sendo duas vogais, duas consoantes,... unindo só nós dois, faça chuva ou faça sol.

Quero confessar que, como todos, também passei por tudo que já escreveram: senti calor e senti frio, medo e solidão, alegria e decepção, prazer e emoção, saudade e desespero, ... tantas coisas,... mas não consigo ficar sem te amar mesmo quando estou sonhando dormindo ou acordado. Eu sei que te amar e também ser amado é como ver o dia nascendo com um lindo brilho de sol em uma manhã tão calma e feliz e que o tempo para só para brindar o que há de tão bonito e delicioso que é o amor.

Então dá uma vontade enorme de abrir os braços, como um tolo, e sair por aí sorrindo à toa, às gargalhadas e dizer para todos ouvirem: “ eu amo,... eu amo,... eu amo ! “

Não sei bem dizer o que é o amor, apesar de ter lido tantas coisas que, pra falar a verdade, nada diz tão certo como certo é o sentimento que m’invade quando estou com você: NOSSO AMOR É DIVINO !

Gostaria de ser um grande poeta, ... daqueles que escrevem coisas lindas e que só os grandes intelectuais sabem escrever porque eles devem ser “pessoas iluminadas” e só eles “sentem e sabem” o que dizer,... mas,... sei da pequenez e por isso só posso dizer aquela coisa confusa, mas que é o que sinto:

... “ Que queres que te diga, além de que te amo se o que quero dizer-te é que te amo,... mesmo que te escondas sempre e só encontre prazer na fumaça do teu cigarro ?  

Só sei que posso dizer que, apesar de qualquer coisa, ... “Eu sei que vou te amar, por toda minha vida eu vou te amar ! “.

-    o    -

Roberto Carlos    -   " Eu sei que vou te amar "

Raul de Abreu
13 / 10 / 2012

domingo, 9 de setembro de 2012

THE SMOKE


... Escondia-se atrás da fumaça  de seu cigarro e, cada vez mais, aspirava profundamente perdida em seus pensamentos distantes que nunca pude entender !
.
Ficava ali ao seu lado observando  silenciosamente, apesar de inconformado com aquela rotineira fuga para esse mundo  desconhecido e sinistro... ela, às vezes, desviava o olhar, para o nada,  com um tímido sorriso e soluço... enquanto a fumaça tomando  formas diversas vagarosamente desprendendo-se no ar "aromatizando" todo o ambiente.

O que haveria em seus pensamentos que, mesmo consciente do caminho obscuro, trilhava confiante (?) à procura  do... não sei dizer "do quê" mas, certamente, à procura de algo que parecia tão necessário, desejado, de tal forma que nada ao seu redor fazia qualquer outra importância ?

- Você gostaria tomar um lanche ?
- Não ! Não estou com fome ! Talvez um café !
- Um café ? Mas você já tomou tantos café e não se alimentou direito ainda...
- Não tenho fome. Se quiser fazer um  café...

Mais uma vez, mesmo contrariado e preocupado, fui fazer um  café.  Pensei, talvez, adicionar um pouco de creme ou mesmo de leite...

- Você quer que eu ponha um pouquinho de leite ou, talvez, um pouquinho de essência daquela que costumávamos tomar ?
- Não ! Puro mesmo,... só café puro !
- Mas,... você não  comeu nada ainda... e muito café não  faz muito  bem,... você vai acabar tendo uma gastrite... Que tal um lanchinho ?
- Não insista ! Não quero comer ! Se quiser me dar um café, que seja ! Não force porque não quero comer !

Assim era todo dia, ... através daquela fumaça deveriam ir descortinando coisas que nunca soube imaginar mas que sómente ela com o olhar fixamente hipnotizado desvendava com manifestações alternadas de sorrisos amarrados, olhos marejados, e silenciosamente murmúrios... "ai, meu Deus !".

O quê fazer ?

- Posso lhe servir um doce ?
- Não ! Não estou com fome...
- Gostaria de um suco...?
- ........

Apenas a fumaça de seu cigarro lhe trazia encantos, sei  lá quais, e a vida lá fora ia caminhando, como todos os dias...

Um dia, queira Deus e seja como fôr, tudo isso vai acabar e quem sabe se descortine uma nova alegria de viver bem longe das estranhas imagens da fumaça ! 


The rose acacia  -  Alexandre Desplat
-    o    -
Raul Neves Abreu
12 / 09 / 2012




quinta-feira, 5 de abril de 2012

UM ABRAÇO BEM GOSTOSO DOS "NEVES" !


Sou membro da Familia  NEVES e reunimo-nos na época da Páscoa, todos os anos, há mais de 50 anos, para  celebramos nossa amizade e comemorarmos juntos em grande alegria e harmonia essa data tão importante.

Comparecem parentes de muitas cidades diferentes de nosso Estado (São Paulo) e, inclusive, de outros Estados de nosso País (Brasil) . Algumas vezes, recebemos também alguns parentes que estão morando em outros países. Eles vêm sedentos de nosso encontro, de nosso sorriso e de nosso Abraço !

Por isso tudo descobri que temos uma Grande Tecnologia do ABRAÇO !. E,... como sou um simples "caipira do interior" quero contar para vocês, à minha pobre maneira de dizer, um segredinho muito importante para que tenham também muitas alegrias em todos os momentos em que estiverem reunidos com seus familiares próximos e/ou parentes distantes (do coração ou de outras cidades) ... e ainda os amigos ou mesmo os desconhecidos... uai !

Então,... vamos lá  ! (Não arrepari  os êrro das escritura...)

.......


É, ... ! De tudas as invenção dos homi, a que mais tem sintido é o ABRAÇO !

O Abraço num tem jeitu di um só apruveitá purque tudu que é gente, quando dá um abraço, sempre tem um jeitim de apruveitá uma beradinha... !

Quando ocê tá danado de sôdadi, o abraço de arguém ti alivia... Quando ocê tá com muita réiva,... vem um qui ti dá um abraço e ocê fica até sem graça de continuá com réiva !

Si ocê  tá  feliz e abraça arguém, esse arguém pega um pouquinho da sua alegria tumém...

Si arguém tá duenti, quando ocê abraça  ele,  ele começa a miorá i ocê mióra junto com ele tumém...

Sabe,... ? Muita gente importanti i letrada já tentô dá um jeito de sabê purquê qui é qui o abraço tem tanta tecnologia mais ninguém ainda discubriu purque ! Mais,... iêu Sei !  Foi um Isprito Bão di  Deus qui mi contô i iêu vou contá prucêis tudim qui foi qui ele mi falô:

"  U     ABRAÇO     É     BÃO     PUR     CAUSA     DU     CORAÇÃO   !  "

Quando ocê abraça arguém, fais massargi nu seu coração i o coração du ôtro é massargiado tumém... ! Mais num é só issu não:

" É qui quandu nóis abraça arguém, cum amô verdadero i com u coração,... NÓIS FICA É COM DOIS CORAÇÃO NU PEITO ! "...

Intonces,...

Um fórti abraço NEVES do meu coração pru cêis tumém !

FELIZ PÁSCOA !

Raul Neves Abreu
05 / 04 / 2012

domingo, 11 de março de 2012

EM CRIZE ESISTENSIAL !


Ando vivendo em crise !
“ Já nem sei dizer se sou feliz ou não, já nem sei pra quem eu dou meu coração, preciso ter alguém que possa compreender minha desilusão..." (música Custe o que custar  - de Roberto Carlos) .
Quando o homem dos anéis de “brucutus” nos dedos (Roberto Carlos – o cantor e compositor brasileiro) começou a cantar essa música, logo pensei:  “é um PANACA mesmo !”.  Como pode um marmanjo cheio de tudo que quer e pode, ficar murmurando por aí por causa de uma ou outra qualquer ? Ah.... ! Tá cheio de mulher por aí querendo... e o babaca só murmurando...
.
Bem,... nem tanto assim ! Vejam minha história:
.
Estava com aquela vontade de carícias e comecei a beijar o rosto dela, embaixo dos lençóis...
.
- Benhê, ... estou com sono. Deixa pra outro dia... Você só pensa nisso...
- Mas,... Bem,... estou com tanta vontade de fazer amor com você...
- Ah,... mas já é tarde... E amanhã tenho muito o que fazer... Fica quietinho, tá ?
- Não, Bem... só um pouquinho, vai ?
- Você só pensa nisso ! Você é um pervertido,... só pensa nisso. Você precisa consultar um terapeuta.Tenho até medo de deixar você me beijar que “esse tróço” já fica logo ligado ! Sempre duro... ! Vamos dormir... !
.
Viramos de lado, um de bunda pro outro... e mais uma noite sem fazer nada... !.
.
Não é possível ! Acho que preciso mesmo consultar um Psiquiatra. Devo ser um tarado irremediável... Ai meu Deus ! Se os pais dela souberem que sou assim...
.
Passaram-se alguns anos, o cansaço venceu ! Então, de vida nova, a “outra” virou-se, quase 3:00 hs da madrugada, dizendo:
.
- Quero mais ! Ela vai ficar agradecida se “esse tróço” ressuscitar. Vamos ! Quero mais !
- Está bem, Bem ! Vamos lá... mas só mais uma vez que agora estou cansado e com muito sono ! Eita mulher insaciável... só pensa nisso !
.
Dias depois, muitos dias depois, cansei da maluca e parti logo pra outra (uma nova outra). Que garota linda conheci, rosto angelical, corpo de sereia, capa da Playboy, sorriso hipnotizador e um cheiro de pecado que só ela e ninguém mais,... então pensei:
.
- Se Deus inventou algo melhor que essa mulher,... não quero nem saber !  Pode ficar só pra Ele que essa mulher é tudo que eu queria na vida ! Que saúde ! Que vontade de viver,... de brincar,... de fazer amor,... de sorrir, de dançar, de cantar... Hummmmm.....!
.
“Laranja madura, na beira da estrada, tá bichada Zé ou tem marimbondo no  pé !” (letra da música Laranja Madura na Beira da Estrada de Ataulfo Alves).
.
Pois é ! Tudo que parece perfeito nem sempre perfeito é: O marimbondo não dava sossego ! Negócio é aposentar as chuteiras e começar a jogar cartas com direito a bolinho de fubá ou de chocolate com uma xícara de café...
.
- Bati ! Com as 10 !
- Com as 10 ?
- Sim, com as 10 !
- Puxa,... você é bom de cartas mesmo, hein ? E aí,... vai dormir mais cedo em sua casa ou quer descansar aqui um pouquinho ?
.
Outra maluca no pedaço querendo se aproveitar de minha santa inocência !
.
- Não, princesa. Não posso ficar. Mamãe me espera e tenho que dar o remedinho pra ela antes das 11:00. E já está na hora de ir embora... !
.
E lá fui eu, covardemente, correndo pra casa pra não enroscar mais o bico com essas doidivanas viciadas em “quero mais” principalmente no momento em que o meu “herói e glorioso mastro” da bandeira nacional estava desconsolado, em férias definitivas e sofredor das intempéries das descrenças humanas !
.
Até que...
.
- Oi,... você se incomoda que eu fume aqui ?
- Não !  Você pode fumar a vontade... afinal,... quem vai morrer disso é você mesma !
- Engraçadinho ! Ah,... você não é daqui ?
- Por quê ?
- Você não tem o sotaque....
- Ah ! É verdade ! Não sou, mas já fui daqui e agora voltei...
- Não entendi.
-  Explico:  certa ocasião eu fui morar na capital e depois de 36 anos voltei e agora estou aqui de volta já faz 2 anos...
-  Nossa,... e como não nos vimos antes ?
- Eu não costumo sair de casa. Fico sempre fazendo companhia pra minha mamãe...
- Sua mamãe ? Você não gosta de...
- Epa ! Nem termine a frase,... sou Hetero do SEXO MASCULINO e MACHO JURAMENTADO e só gosto muito de mulher... Mas ando deprimido, confuso, e em CRIZE ESISTENSIAL,... não repare o erro ortográfico e gramatical (do título) porque estou tão na merda ultimamente, que só escrevendo errado é que posso dar a dimensão da minha CRISE EXISTENCIAL (agora corretamente com ÉSSE e XIS)...!
- Ha, ha, ha,... Você é engraçado... Vamos dançar ?
- Vamos !
.
Afi Maria,... a mulher dançava mais que uma princesa de conto de fadas...
.
- Puxa vida, moça: você dança muito bem !
- É que eu sou bailarina, fiz ballet clássico e sou professora de dança...
- E eu estou enferrujado,... já estou sentindo dor nas pernas e falta de ar... ufa... você é um perigo,... sem falar no... e com todo o respeito,... lindo corpinho que você tem ! Hum... com todo respeito seu marido  ou namorado...
- Sou LIVRE !
- Ah, coitadinha...
- Mas tive relacionamento até alguns meses atrás....
- Ah ! Também pudera... Um mulherão desses não poderia ficar sem alguém...
- Nem tanto... Você não quer se sentar conosco ? São minhas amigas e também gostam de dançar...
.
Quase meia-noite, após  um longo papo e eu já “afinei” mais uma vez...
.
-  Muito bem, senhoras... infelizmente tenho que ir embora. Tenho mamãe em casa que me espera pra tomar um remedinho e, portanto, preciso deixa-las apesar de tanta alegria...
- Poderemos nos ver novamente na próxima semana...
- Ah,... tudo bem ! Volto aqui sim... Ciao !
.
Será que vai ser igual outra vez ? Fico imaginando a cena conhecida: “Você só pensa nisso,... hoje não,... agora não,... Você é um PERVERTIDO !” Credo ! Vou é me confessar imediatamente e virar CELIBATÁRIO ! De mulher agora eu só quero é DISTÂNCIA ! Eu sou um SANTO !
.
Mas,... lembrando "certo tempo atrás, "... senti uma dor aguda no coração. Bateu uma saudade enorme da minha doce cabaninha onde tantos momentos de total alegria consegui passar durante tanto tempo... Mas,... ficou tudo pra trás... até o marimbondo daquela Casa de Marimbondos que ficava no telhado próximo à entrada... Ainda volto lá, porque pelo menos ali vou sentir muito prazer, conforto, o doce aroma de flores silvestres, e sonhos coloridos de uma vida de muita paz !
.
Vou cantar músicas do Wando,... coitado passou desta proutra melhor faz poucos dias... ! E ele dizia: 
.
“ Moça, me espere amanhã. Levo o meu coração pronto pra te entregar.
Moça, moça eu te prometo, eu me viro do avesso, só pra te abraçar.
Moça, sei que já não és pura, teu passado é tão forte, pode até machucar.
Moça, dobre as mangas do tempo, jogue o teu sentimento todo em minhas mãos !
Eu quero me enrolar nos teus cabelos,
Abraçar teu corpo inteiro, morrer de amor, de amor me perder,...
Moça,... me espere amanhã ! “
-    o    -

... É, estou mesmo em CRIZE ESISTENCIAL !.
.

Raul de Abreu
11/03/2012