domingo, 18 de dezembro de 2011

PAPAI NOEL CHEGOU !



Então é Natal  - Simone
.
Estava fazendo uma tarde maravilhosa na véspera de Natal, nem parecia verão! Logo pela manhã quando o leiteiro bateu à porta, lá pelas 7 horas, o dia estava maravilhoso. O Sol prometia um dia de muita luz, um céu limpinho com algumas nuvenzinhas brancas formando carneirinhos.

O quintal estava florido e a grama molhada pelo sereno da madrugada. O vento estava fresquinho e as pessoas mais idosas, na rua, andavam com algum agasalho. Nem parecia verão!

- Manhê... Hoje é dia de Natal?
- É hoje sim. Hoje à noite vamos fazer uma bela ceia de Natal. Sua tia Jair e seus primos virão à nossa casa e vamos fazer uma grande festa. Vai ter bolo, doces, castanhas, aquele pudim que você adora, um pernil assado que já mandei na padaria da Dona Maria pra assar e sua tia vai trazer uma leitoa à pururuca.
- Vai ter champagne também?
- Vai ter champagne, vinho, aquele ponche com frutas delicioso, tâmaras, e muitas frutas de Natal.
- Será que eu vou ganhar o meu presente de Natal?
- O que você pediu?
- Eu pedi um revolvinho de espoleta de repetição igual ao do Roy Rogers.
- É possível que você ganhe sim. Vamos esperar pra ver!

O dia não passava de tanta ansiedade que todos sentiam. As crianças pelos presentes que iriam ganhar, os adultos pelas festas que organizavam em suas casas.

Netinho parecia uma “barata tonta” andando da cozinha até o alpendre da casa e, às vezes, dando voltas no quarteirão para encontrar seus amigos e conversar sobre os pedidos que haviam feito ao Papai Noel.

Ele tinha nove anos de idade e naquele natal queria ganhar um revolvinho igual ao do cow-boy que aparecia em todas as matinês dos domingos. Ano anterior ele havia ganho uma bola de “capotão” que durou pouco tempo porque o couro não era de boa qualidade e estragou logo.

A noite chegou! Logo às sete horas todos de banho tomado e com suas roupas de natal.

- Manhê, que horas que a tia vem em casa?
- Espera um pouco Netinho. Ela vem já já. Não vai demorar. Mas a ceia só vai começar às dez da noite. Se você está com fome, pode comer umas frutinhas que seus primos logo logo estarão aqui.

Não tinha televisão na casa. A vitrola tocava musicas de Natal, todas orquestradas e com harpas paraguaias.

Tia Jair chegou com seus sete filhos. Era umas oito e meia da noite. Netinho não agüentava mais de ansiedade e sono.

Os primos, quase todos da mesma idade, foram logo para a rua encontrarem-se com os amigos vizinhos para contar suas expectativas sobre os presentes, assim como trocar informações sobre os preparativos de comidas e bebidas em cada casa.

- Na minha casa minha mãe vai fazer Ponche. É uma bebida francesa que tem muitas frutas e até champagne de verdade. Eu vou beber, minha mãe deixou.
- Na minha casa a minha mãe está fazendo leitoa.... (disse Pedrinho, o vizinho)
- Ah, na minha também vai ter leitoa e até vai ter Peru que minha tia trouxe (respondeu Netinho)

E assim, cada um contava o que ia acontecer em sua casa, procurando dizer que seria melhor que a do amigo. Nada era diferente, cada um queria contar mais vantagem.

Quando deu nove horas da noite, a mãe de Netinho veio até o alpendre da casa e gritou:

- Alô cambada! Vem logo macacada que a bóia já está na mesa ! Quem chegar por último vai ser a mulher do sapo!
Todos saíram correndo com aquele sorriso maravilhoso e olhos arregalados !


Na sala da casa havia um presépio, tradicionalmente montado desde os tempos que a mãe de Netinho era criança. Todo enfeitado com bolas coloridas, velinhas coloridas, ramos de cipreste que dava um cheirinho todo especial, miniaturas das pessoas, dos animaizinhos – lembrando o nascimento de Jesus.


As crianças paravam ali e ficavam admirando com muito respeito, ajoelhavam-se e faziam uma oração.
A festa iniciou às dez horas da noite. O pai de Netinho fez uma oração e em seguida abriu uma champagne. Todos aplaudiram, em grande alegria e iniciaram aquela farta comilança!
- Manhê... e os presentes?
- Espera um pouco, Netinho. Terminando a ceia vamos abrir os presentes.





















Netinho ganhou mesmo o revolvinho de espoleta de repetição, com cinturão, igual ao do Roy Rogers. Ganhou também um chapéu de cow-boy e um pacotinho de bombons. Seus primos ganharam outros presentes, como um caminhãozinho de bombeiro, um trenzinho a pilha, roupas, etc.

No dia seguinte todas as crianças estavam no campinho de futebol – um terreno na esquina, onde costumeiramente faziam suas “peladinhas”. Primeiro de tudo começaram a exibir seus presentes e contar sobre tudo que comeram e beberam.

- Ontem eu tomei um ponche que minha mãe fez e até comi umas frutas que vieram lá da terra dos turcos – uma tal de tâmara que só dá no deserto.
- Ah, na minha casa também tinha dessa fruta, mas eu não gostei. Eu gostei mesmo foi de maçã que veio da Argentina.
- Ih, na minha casa teve até um presunto italiano...
- Na minha também teve champagne...
- Meu pai comprou uma latona de bolachas...

Ficaram algum tempo contando suas novidades e finalmente resolveram jogar a tradicional “peladinha” com a bola de capotão que Mafaldinho havia ganho. Bola novinha, oficial, Gaeta, que nunca alguém tinha ganho ainda.


Formaram o time conforme as afinidades. Mafaldinho era um menino bem gorducho, mais novo da turma e que não jogava bem. Ele era o dono da bola e, por isso, tinha que jogar.

Ninguém passava a bola para o Mafaldinho que só gritava:

- Aqui,... aqui... passa a bola pra mim senão eu levo a bola embora !

Meia hora depois, Mafaldinho começou a chorar porque ninguém passava a bola pra ele. Então ele correu até a bola, pegou-a firme com as mãos, chorando de escorrer lágrimas e soluços e, sacudindo a pança, foi logo correndo pra casa reclamando:

- A bola é minha, ... a bola é minha, ... a bola é minha!

Ficaram todos paralisados observando Mafaldinho atravessar a rua em direção a sua casa. Mas, ... com tantos presentes que ganharam, esqueceram imediatamente e foram logo pegá-los para suas brincadeiras.

E assim era... cada qual guardava seu brinquedo com muito cuidado !

Netinho colocou o cinturão do seu revólver, o chapéu de cow-boy, estufou o peito e bradou:

Aeieooooooo... Silver ! vamos galopar, matar os bandidos e salvar a mocinha !

Em cada Natal, desde aquele, bate uma emoção muito forte no peito e não é possível conter uma lágrima de saudade, de alegria, nostalgia.... sei lá... ! Ah, se se pudesse congelar o tempo e ser eternamente criança... !

Que as alegrias do Natal sejam permanentes nos corações de todos, permitindo que cultivem sempre com muito carinho essa linda criança que há dentro de cada um !

" Manhêeeeeee .... !   Aieeoooooooo, Silver !”
-    o    -

Raul de Abreu
31/12/2009

ENGRAÇADO...



música: "The sounds of silence"  -  Simon & Garfunkel
.

Tudo é Silêncio...

A cidade de São Paulo está vazia. Por incrível que pareça as ruas estão calmas e não há aquele trânsito maluco de veículos e pessoas; está até nostálgica como deveria ser nos “velhos tempos de garoa”.

Não há mais garoa em São Paulo desde os anos 70 e quando essa “mocinha” resolve aparecer novamente, torna-se matéria de primeira página nos jornais e assunto constante nos informativos de Rádio e TV.

Engraçado, ....

Uma senhorinha muito simpática e gentil, estava atravessando a rua fora da faixa de pedestres e sorria tão ingenuamente que, ao contrário do que fazem muitos motoristas, eu diminuí a velocidade do carro, esbocei um sorriso e fiz sinal para que ela continuasse a atravessar a rua... Olhou-me silenciosamente com um sorriso tão carinhoso que me fez emocionar. Sua filhinha, talvez de uns dois aninhos, cabelos iluminados e enfeitados com duas fitinhas acenou-me com a mãozinha e um largo sorriso.

Engraçado, ...

A simplicidade me encanta. Não havia naquela senhorinha nenhuma preocupação, não havia o medo, mas sim a segurança, embora atravessando uma avenida perigosa e fora da faixa de pedestres. Que confiança teria para atravessar naquele momento, colocando em risco sua vida e de sua tão pura e linda filhinha ?

Estou muito emocionado.

Levantei hoje pensando em minha vida, olhando em flash-back, buscando uma razão especial para tudo, buscando entender tantas coisas que nunca entendi e, embriagado com o momento de sonhos, de promessas, de esperanças, de ansiedades e tantas outras coisas que movem as pessoas num dia como esse, imaginando realizações do próximo ano que começa daqui a poucas horas...

Aquele singelo sorriso, ingênuo, inconseqüente, despreocupado, seguro...

Engraçado, ...

Tomei um suco de frutas bem geladinho pensando naquela mulher e naquela criança. Não consigo parar de pensar nisso e sentir meu coração feliz daquela cena que talvez tenha sido uma mensagem do Criador para que estivesse sempre atento para as belezas das coisas mais simples que estão sempre à nossa volta e visão e que nem sempre estamos preparados e sensibilizados para entender.

Recebi abraços, cumprimentos, presentes, sorrisos, durante as festividades do Natal, mas,... engraçado: aquele sorriso foi o melhor presente que eu poderia receber, pois senti-me responsável por sua continuidade e, desculpem-me a tão pobre comparação, foi como se eu estivesse abrindo a janela de meu quarto, nas primeiras horas da manhã, e um lindo raio-de-sol invadisse todo meu ambiente em um mágico momento de Divina Alegria!

As coisas mais simples me emocionam, têm mais brilho, mais sentido, são reais !

Talvez eu estivesse sonhando acordado,... mas poderia jurar que vi aquela senhora atravessando a avenida, ... que me sorriu gentilmente, acenou as mãos junto com sua filhinha e, quando chegou do outro lado, já na calçada, continuou sorrindo e acenando, enquanto desintegrando-se como uma nuvem, foi desaparecendo assim do nada, como se tivesse sido apenas uma miragem, ou uma mensageira, provocando-me uma intrigante interrogação, até incrédula, diante tão maravilhosa visão.

Engraçado, ... Não sei como explicar !

Só posso achar engraçado !. Bem, ... !

-    o    -

Raul de Abreu
18/12/2010

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

FOI SEM QUERER...

Dona Maria Augusta, uma senhora da alta sociedade foi, na noite anterior, a uma Vernissage de uma das comadres da sociedade local. Foi uma festa e tanto: champanhe, caviar, música, muita badalação... Ela tomou quase todas e voltou pra casa quase quatro horas da madrugada...
- Ai, meu Deus, eu tenho que dormir logo porque amanhã cedo eu marquei encontro com meu Personnal Training lá na praia... Hummm... aquele cara é de matar... que corpo ! Tenho que descansar pra agüentar o malho que ele vai me dar...

Tocou o despertador ... e ela começou a pensar alto:
- Bem, hoje eu levantei bem.. devia ser umas 7 horas da manhã, notei que durante a noite o meião tinha saído da minha perna esquerda... tudo bem, o meião era surrado e velho, mas por que abandonou minha pernoca ? Então levantei, espreguicei, olhei na janela: Sim, vai sair o sol hoje, pensei com meus botões, olhei no espelho e disse: pqp, esqueci de tirar a maquiagem novamente !
Aí vi que tinha um olho inchado, me pareceu que era um “viúvo”, então fui correndo tomar um bom banho, notei que tinham mudado meu sabonete ... pqp, a empregada sempre esquece qual é o meu sabonete preferido. mesmo assim, não fiz drama, me banhei ,fazia um frio do cacete.. saí do chuveiro, olhei o espelho e pensei: Não: sem um “fotoxópi” eu não me agüento ! Então, peguei a maquiagem e comecei a me reproduzir !
Que desastre: era produto importado que eu ainda não conhecia, escrito tudo em alemão e eu mal falo português... Devia estar escrito algo do tipo:  “ se estiver com a pele sensível, não use. Faça o teste na pele antes... se aparecerem manchas vermelhas, é porque você tem alergia ... !  etc., etc., etc.,. pqp, que mérda ! “
Ferrei-me toda: olho inchado do lado direito, nariz inchado, rosto inchado e pescoço parecendo bunda de porco: todo cheio de pururucas !
Ai meu Deus, que desastre ! Pensei: tenho que dar um jeito, oras, vou ter que ira à praia hoje de qualquer maneira...
Fiquei imaginando: pra desinchar essa merdança toda, vou ter que usar água boricada gelada. Usei,... não resolveu !
Bem, então um colírio ! Comprei o moura Brasil ! Passei,... não resolveu ! Usei o Lerin, o Fresh-tears, um Lágrimas de orvalho,... cacete,.. nada resolveu. Fiquei mais inchada ainda do que perereca mal lavada.
Ah, pepinos... Coloquei pepinos, mais de uma hora... nada ! Bife de contra-filé argentino, ... não resolveu,...  gelo,... também não resolveu ... !
Aiiii meu Deus, o que vou fazer ?
Desisti de tudo, deitei-me de novo na cama com uma toalha com cremes hidratantes no rosto ... e eu lá de pernas pro ar,... abertas,... sem meião, sem calcinha, de “vento a favor”
Bateram à porta e eu pensei: meu marido chegou. Entraaaaaaaaa !
Filho da mãe, tarado, nem respeitou o meu estado de choque com tudo inchado e já veio pra cima de mim... E não é que o filho da mãe estava bom ? Fazia tempo que meu marido não ficava assim tão excitado... e como ! Nunca vi meu marido tão bom de cama como aqueles minutos, mais minutos, horas... Que será que aconteceu? Será que a secretária andou assanhando ele... e ele tomou uns viagras ??? Aiiiiii   Fiquei com tudo inchado em baixo... inchado,... inchadíssima... MAS FOI BOM ! DELÍCIA !
Meia hora depois, marido entra de novo no quarto e me diz:
- Oi mulher, a essas horas do dia, quase uma da tarde e você ainda aí na cama ? E de pernas abertas com o vento a favor ?
- Ai maridão, hoje você me deixou doidinha... o que foi que te aconteceu ? Safadinho... Estou toda inchada... !
- Eu ? Do que você está falando ?
- Bem,... você sabe... Mas por que está estranhando ?
- Eu vim aqui só pra ver se aquele filho da puta do pedreiro veio arrumar o vazamento da pia do banheiro do seu quarto... Ele devia ter vindo aqui antes do meio dia... Você não viu ele por aqui ?
- Ah... o pedreiro ? Então era o pedreiro ????  Aiiiiiiiiiiiiii filho da puta,... não vi ele não !

terça-feira, 22 de novembro de 2011

MAMÃE CLORY !

Esta é uma Verdadeira História de Amor Fraternal ! Mamãe Clory... Missionária de Amor e Paz que semeou a Palavra e as Verdadeiras Ações em todos os cantos por onde passou. Hoje ela partiu para uma nova jornada junto ao "Pai" e deixou-nos com o seu grande exemplo de Dignidade, Solidariedade e Bem Querer a todos !

A partir de Janeiro de 1969 até Setembro de 2005, período em que morei em São Paulo e ABC Paulista, fui voluntário no Lar da Mamãe Clory e testemunhei muitas histórias de crianças e adultos que foram abrigados pela Mamãe Clory, tratados todos com muito amor e muita dedicação.

Vou narrar uma das muitas histórias de um garoto chamado ROBERTINHO que hoje deve estar com 47 anos de idade e foi deixado, pelo seu tio, com apenas 1 ano de idade na casa de Mamãe Clory, quando esta morava ainda em Andradina.

Leiam inicialmente o que contam sobre a Mamãe Clory nos links abaixo:



notícias sobre Mamãe Clory, veiculadas pela imprensa em 22/112011:

http://www.dgabc.com.br/News/5927607/mamae-clory-morre-aos-94-anos.aspx

http://www.dgabc.com.br/News/5927434/morre-aos-94-anos-mamae-clory.aspx

http://pt-br.facebook.com/pages/Lar-da-Mamãe-Clory/196817010364992

A HISTÓRIA DE ROBERTINHO:

a ser ´narrada  após o dia 28 de novembro de 2011


Raul de Abreu

terça-feira, 1 de novembro de 2011

EDELWEISS...

Edelweiss  - flor dos Alpes
Edelweiss - André Rieu


Estou com muita saudade de minha amada ! Não sei o que fazer para conquistar o seu amor e viver com ela feliz, muito feliz, sempre feliz por toda minha vida !
Vou subir até o topo da montanha mais alta para encontrar uma linda flor que me permita chegar até ela e conquistar o seu coração para toda a Eternidade !
Não me importa quão frio e perigoso possa ser o caminho até esse lugar, porque levarei sempre comigo a esperança de ser vitorioso e a certeza de que Deus estará comigo pois esse é o meu destino.
E  quando de volta estiver novamente perto dela, estenderei minha mão com aquela Divina Flor, mesmo que lágrimas não se escondam, com um largo sorriso, entregarei a ela como prova do meu mais profundo e sublime amor:
- Edelweiss, ... Edelweiss ! Com esta flor, entrego meu coração e minha alma a ti e para sempre, minha doce e adorada Princesa ! “

Edelweiss é uma palavra alemã que significa “branco nobre”.
O Edelweiss (ou EdelweiB ou ainda Edelwein), é uma flor branca que nasce nos Alpes nas regiões da Áustria (onde tornou-se um símbolo tradicional), na França, Itália e Suiça. É uma flor de verão de climas temperados, portanto nasce nas porções mais altas e frias das montanhas.

Existem muitas lendas sobre essa flor, sendo que uma delas diz que "um rapaz, quando apaixonado por uma garota, deverá escalar a montanha, no lugar mais alto dos Alpes, numa expedição muito difícil e arriscada, para pegar um Edelweiss e trazê-la para a sua amada como prova incontestável de seu grande amor". Ainda hoje, no folclore austríaco, as danças e músicas tirolezas fazem referência a esta lenda.
Historicamente, o Edelweiss foi utilizado como símbolo do movimento jovem anti-nazista chamado "The Edelweiss Pirates" durante os anos da guerra. Ainda, como Símbolo, Edelweiss é utilizado:
  • Nas moedas do Euro austríacas;
  • Como Flor Nacional de Áustria e Suiça;
  • Os generais suiços exibem, em vez de estrelas, para decorar seus uniformes;
  • É o Símbolo do "Supremo Talismã do Amor"
Mais tarde, em 1959, foi criado nos Estados Unidos o musical "The Sound of Music" que ficou conhecido no Brasil como "A Noviça Rebelde", que conta a história da nobre família Von Trapp durante o período do Avanço do III Reich de Hitler.  As canções compostas por Richard Rodgers e as letras de Oscar Hammerstein, sendo que uma das músicas da peça era Edelweiss:

Edelweiss, Edelweiss,
Every morning you greet me,
a cada manhã você me cumprimenta,
Small and white,
pequena e branca,
Clean and bright,
limpa e brilhante
You look happy to meet me !
você parece feliz em me encontrar !
Blossom of snow,
flor da neve,
May you bloom and grow,
que você floresça e cresça,
Bloom and grow forever,
floresça e cresça para sempre,
Edelweiss, Edelweiss,
Bless my homeland forever !
abençoe minha terra para sempre !

-    o    -

Raul de Abreu
01 / 11 / 2011

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

FORRÓ ... um ritmo musical brasileiro

Crédito da foto: Krystalverde.blogspot.com

No mundo todo fala-se sobre o SAMBA, como sendo o ritmo musical brasileiro mas,... o FORRÓ toma conta cada dia mais em todos os cantos do país e encanta tanto os brasileiros quanto os turistas estrangeiros que, com muita alegria e disposição, mexem e remexem ao som vibrante e contagiante do Forró.


O termo "Forró" é questionado quanto a sua origem. Para alguns estudiosos, é uma derivação da palavra "FORROBODÓ" que vem de Tronco linguístico Africano, de origem Bantu, trazida ao Brasil pelos escravos e que significa "festa de arrasta-pé ou confusão ou farra ou desordem", exercendo grande fascínio sobre as pessoas.

Há outras versões sobre a origem da palavra FORRÓ, sendo uma delas atribuída aos Engenheiros Ingleses quando de sua estada no Brasil no início doséculo XX para construirem a Ferrovia Great Western em Pernanbuco. Esses Engenheiros, para sua distração e também das pessoas da cidade, promoviam Bailes abertos ao público denominados " FOR ALL " o que em português significa " PARA TODOS " que pronunciado rápidamente traz o som de " FORRÓ ".

Há quem atribua o termo "Forró" aos americanos que durante a Segunda Guerra Mundial, instalaram-se na Base Militar da cidade de Natal e, assim como atribuido aos Ingleses, praticavam festas populares chamadas " FOR ALL ".

Se a origem da palavra "FORRÓ" vem dos Escravos Africanos, dos Engenheiros Britânicos ou dos Soldados Americanos,... nada disso tem importância tão grande quanto ao fato de que os grandes músicos e poetas brasileiros, nordestinos ou não, têm feito ao longo dos anos para Cantar e Encantar a todas as pessoas que demonstram a alegria quando ouvem um "forrózinho" que mexe com todos os sentidos do corpo e da alma !

... " Por isso eu vou na casa dela, falar do meu amor por ela que está me esperando na janela e eu,... não sei se vou me segurar !"

Raul de Abreu
08 / 09 / 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

LAMENTO...



Há momentos em que ficamos PERDIDOS, sem saber o que fazer !

Mamãe "foi embora" faz pouco mais de um ano ! Estou com muitas saudades... e não sou mais "criança"  !

Todos os sábados, após almoçarmos em casa ou em algum restaurante, nós nos sentávamos frente à TV e ficávamos conversando sobre muitas coisas, como nossa família, planos, nosso dia-a-dia, acontecimentos gerais,... a vida,... nossa vida,... a programação da TV !

Ela gostava muito dos programas de "calouros" da TV. Ficávamos ali sentados até o fim do programa e eu, a todo instante, ia fazer alguma coisa para degustarmos,... como uma pipoca, um chá, um lanchinho qualquer... Mamãe dizia:

- Meu filho,... eu te amo... Você não existe; você é muito especial !

Ela "foi embora" poucos dias depois, apesar que eu sempre alertava para os problemas que poderiam acontecer. Ela não deu importância para meus conselhos e sofreu uma queda, muito infantil, que levou-a para sempre longe de mim.

Estou com muitas saudades e pensando em minha vida !

Estou PERDIDO ! Nada tem graça em minha vida !

Deixei para trás tudo que tinha muito valor,... Fui muito duro, "frio", insensível... Eu me perdi na vida e agora não sei mais o que fazer.

Nunca fui de ir a Igrejas, muito embora eu não tenha preconceitos, ... mas não acredito em " intermediários " que "cobram" para alguma coisa acontecer e nem sei ao certo que há "Algo Superior " embora não tenha provas em contrário. Tenho receio e até vergonha de dizer tudo isso,... mas sou cético na esperança desesperada de não ser.

Estou com saudades de mamãe ! Hoje vou ficar sozinho frente à TV e imaginar sua presença ali comigo, conversando sobre os calouros, as músicas... Vou fazer uma pipoca com queijo ralado em cima, um suco de manga,... torradinhas.... Parece mesmo que estamos novamente juntos, ... "lado-a-lado"...

- Olha aquele menino.... Olha que maravilha,... como ele canta bem ! Você entende o que ele está cantando, mamãe ? Vou traduzir para você.... Ele está cantando.... cantando,..e a canção fala sobre alguém PERDIDO !

Sei que fiz muitas coisas que não deveria ter feito e gostaria de voltar no tempo para desfazer, como que se estivesse pedindo perdão, desculpas por tudo de errado que já fiz. Gostaria de não ter errado, gostaria de poder "passar uma borracha" em cima de tudo que fiz de errado e apagar para sempre... mas, em seu lugar, construir algo dígno que pudesse honrar... Nada fiz de errado conscientemente, mas sei que errei e me envergonho de tudo isso, ... sinto uma tremenda dor no peito,... uma vontade enorme de chorar, de gritar, de pedir perdão... e vejo-me PERDIDO sem saber o que fazer.  Mas,... deve haver "algo" que, como uma "Magnifíca e Superior Graça", possa ouvir e atender ao meu lamento .

Aquelas moças cantam como anjos,... Acho que encontrei a resposta.

Espero que essa Magnifica Graça possa me trazer o conforto para que minha vida siga em paz !

- Sabe, mamãe ?... Acho mesmo que existe alguma coisa e espero que você possa voltar para dizer... Mas,... se isso não acontecer... vou ter paciência para saber no momento certo ! E,... enquanto isso,... vou tentar ser digno para que uma Maravilhosa Graça venha ao meu encontro !

Eu sei que estou perdido,... mas ainda vou me encontrar !


CELTIC WOMAN  -  AMAZING GRACE
.
Raul de Abreu
29 / 08 / 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

HAPPY DAY







Que o seu dia seja repleto de alegria, de felizes encontros, de boas realizações, de reconhecimento, de paz, de amor, de solidariedade, de amizade, companheirismo, com Deus em seu coração ! Que o seu dia,... seja um verdadeiro  HAPPY DAY !

Em nosso corrido cotidiano, nem sempre temos "tempo" de nos relacionarmos com as pessoas como gostaríamos, ou seja, com aquele sorriso largo, despreocupados, alegres, olho no olho, abraços sinceros, talvez mãos nas mãos, lábios nos lábios, ... sorrisos... sorrisos... sorrisos !

Deixamo-nos levar pela correnteza do " laissez faire " e quando percebemos, já estamos recolhidos, fechados, calados, egoistas e até tristes. Não podemos deixar que um dia tão lindo nos traga outro sentimento senão apenas a ALEGRIA, pois ela está em todo lugar, nos olhares e sorrisos das muitas pessoas, dos jardins floridos, da chuva afagando a vegetação, do vento abrandando a canícula, do cãozinho pedindo um carinho,... do dever sendo cumprido, do cansaço do trabalho que ameniza e reconforta todos os nossos bons sentimentos !

Um café em fim de tarde :  " HAPPY HOUR ! ".

O que há de tão maravilhoso como um encontro em fim de tarde e podermos nos sentar com as pessoas que tanto admiramos e gostamos, para tomar um café, alguns petiscos, talvez uns drinques, ... mas na certeza de uma conversa com sorriso largo e verdadeiro, trocando idéias, partilhando despreocupadamente e planejando um novo dia de novas alegrias ? !!!

Um HAPPY DAY em um HAPPY HOUR:  damos vazão aos sentimentos mais verdadeiros e iniciamos a brincar com as letras, aquelas letrinhas que vão formando palavras, como o orvalho formando o rio que caminha formoso para o mar.... As palavras formando lindas frases, talvez poemas que vão promovendo emoções, envolvimentos, acariciando almas e unindo as pessoas que não se limitam a sentir mas também compartilhar sentimentos e transpondo os limites do bem querer, rompendo barreiras, em plena harmonia oportunizando o majestoso conviver em alegria e paz !

Que esse dia feliz de nossas vidas esteja sempre em nossos pensamentos, em nossas atitudes, em nossos  corações... pois a vida é bela e será mais ainda quando todos nós levantarmos Orando Firmes e Conscientes em prol de um HAPPY DAY !

Tenhamos sempre um maravilhoso HAPPY DAY !.... basta apenas querer e ir ao encontro... !

Raul de Abreu

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

VIVENDO COMO UM ETERNO APRENDIZ !





Fui iniciado na Ordem Maçônica em São Paulo, em Maio de 1980, há 30 anos atrás !

Na Maçonaria, a Iniciação de uma pessoa, representa o ato de "MORRER " para a vida profana e " RENASCER " para uma NOVA VIDA FILOSÓFICA onde o homem LIBERTA-SE de seus defeitos e paixões, DESPOJANDO-SE do "BRILHO FALSO" que ofusca a visão !

Daquela oportunidade em diante, recebi ensinamentos e tive que estudar muito para entender o sentido da "LIBERTAÇÃO" dos defeitos, paixões e erros, que conduzem o Ser Humano à sua degradação através da incessante busca do proveito próprio das "coisas fáceis e enganosas", ou seja, dos Preconceitos, do Orgulho, das Vaidades, das Ambições e da total falta de sensibilidade para os problemas que afligem a Humanidade.

Naquela oportunidade, após a cerimônica da Iniciação como APRENDIZ MAÇOM, de tão marcante que foi, senti-me realmente um NOVO HOMEM capaz de mudar o rumo das coisas gerais em minha vida e, em especial do Mundo pois, emocionado, entendi que só através de comportamento ponderado, desinteressado no que avilta, na prática de virtudes que conduzem ao Bem, na comprensão, no caráter, ... enfim em tudo que  permite o Homem alcançar a Paz e o Bem através de suas atitudes claras e lícitas.

Passaram-se os dias, os meses, os anos... Galguei os demais Graus da Maçonaria até chegar ao último Grau Filosófico, ou seja o Grau 33 - Grande Inspetor Litúrgico da Ordem. Foram 15 anos desde a Iniciação para alcançar o último Grau Maçônico.

Desde o princípio, aprendíamos e passávamos aos mais "jovens" o pensamento de que para a Maçonaria, o Ser Humano é apenas um "ETERNO APRENDIZ".

Interessante:  Eterno Aprendiz ?

... " Tudo que sei é que nada sei "   (Sócrates 469 a 399 A.C.)

Oras, ... se passamos anos estudando na vida profana ou iniciática (em qualquer instituição) e alçamos um Posto de Destaque nelas, passa em geral, na percepção das pessoas, que tais iniciados são "ESPECIAIS" em termos de "Sabedoria" e, portanto, devem ser respeitados, admirados e seguidos.

Lêdo engano:  " O amor e a humildade são as forças mais sutis do mundo !"

O melhor amigo do Homem, entretanto, é o seu próprio ESPELHO que reflete, embora invertida, a sua Real Imagem onde ele próprio pode, se bem ponderar e se estiver isento de suas paixões, perceber tudo aquilo que responde por si mesmo em termos de Virtudes e Defeitos levando-o a entender que a HUMILDADE, um dos mais difíceis princípios que o Ser Humano deve conquistar,  é o que caracteriza ser um ETERNO APRENDIZ.

No nosso dia-a-dia tentamos incessantemente seguir o que aprendemos para alcançar a realização e crescimento, procurando tão somente pelos princípios de ponderação, justiça, boa convivência entre tantos outros requisitos que destacam o Ser Humano como racionais e civilizados. Porém,... não é tão fácil comportarmo-nos como "Seres Humanos" tão civilizados quanto deveríamos ser...
 E eis que, apesar de um dia termos nos entendido como NOVO HOMEM capaz de mudar o rumo das coisas em direção ao bem estar geral, faltou-nos, muitas vezes, não somente uma Visão Holística mas, sobretudo, a FORÇA NECESSÁRIA para, nos momentos mais necessários, aplicarmos com perfeiçao o que de nós se esperava: Amor, Justiça, Humildade, Persererança, Caráter, Trabalho, Solidariedade, Respeito,...

Então, aquela mesma emoção que tomou conta de todos os nossos sentidos parece desmoronar quando de passos em falso desviamos um pouco visto que os chamados Defeitos ou Não Virtudes são tão "companheiros" como "parasitas permanentes" em nosso corpo e mente que permitimos a sua expansão e naturalmente agimos ou reagimos como "Pedra Bruta" que sempre fomos.

Mas eis que um CHAMADO MAIOR conclama para retornarmos ao caminho da Retidão, do Bem, e levantâmo-nos com grande motivação para com toda coragem e determinação vivermos buscando e perserverando para a felicidade de todos.

Caminhei ingenuamente, por vezes,  caminhos obscuros que certamente causaram sentimentos não tão nobres  aos que estavam ao meu redor ... Mas, princípios são princípios e eis que tomaram minha mão e conduziram-me novamente, quando fragilizado, no trabalho árduo de "polir asperezas" e construir um Edifício onde só os Justos farão a sua morada.

No simples e inocente sorriso de uma criança, podemos aprender tantas Verdades que causa-nos espanto quando olhamos para nós mesmos e percebemos que tudo aquilo tão sutil que um dia pudemos carregar dentro de nós mesmos, muitas vezes partiram para destinos desconhecidos porque nossas vaidades e  ambições,  foram tão maiores que a Razão que tornamo-nos impotentes sem a força e visão necessárias para fortalecer nossos propósitos.

Viver e não ter a vergonha de ser feliz é a máxima que nos guia e nos ensina a cada dia de que nada mais somos, senão apenas Eternos Aprendizes.

... " Não existe um Caminho para a Felicidade.  A Felicidade é o próprio Caminho !  A Força não provém da capacidade física, mas sim de uma vontade indomável ! "  (Gandhi).

Vou vivendo esforçando-me para aprender e acertar a cada dia...

Raul de Abreu

terça-feira, 2 de agosto de 2011

VAI PASSAR,... TUDO PASSA NESSA VIDA !





Dizem por aí que "depois da tempestade, vem a bonança !" Mas,... a julgar pelo que mais tem acontecido no mundo, pode-se dizer mesmo que "depois da tempestade, vem a AMBULÂNCIA !"  É só desastre que acontece nesse mundo e na vida de cada um.

O grande problema é que só ficamos pensando nisso:  "Não tem jeito, tudo vai piorar !"

Ledo engano ! Para tudo nesse mundo tem uma solução:

Analisemos, por exemplo, a situação do CREDOR que empresta dinheiro a juros exorbitantes a um COITADO DEVEDOR que, desesperado, faz qualquer porcaria para "descolar" um simples " l'argent " (se você não sabe o que é isso, use o tradutor google ou pergunte a alguém que fale francês, porque não vou mais falar em inglês, idioma ultrapassado que só diz "time is money" e "the book is on the table" , ok ? De agora em diante só vamos escrever em francês ou alemão ou mandarim...  " trés bien, das ist gut, nihau !"

Então, voltando ao l'argent,  o problema no final do prazo de 30 dias onde o CREDOR cobra de 10 a 20% de juros para os amigos, o DEVEDOR continua sem "l'argent" para comprar um litro de leite e imagine se ele vai pagar a conta.  Então,.... quem é que tem problema ?  o CREDOR ou o DEVEDOR ?

O Devedor, já pegou aquela grana, quero dizer, o "l'argent" e já tomou todas ou comprou algumas coisas, enquanto que o CREDOR está ficando careca de raiva de tanto ligar para o safado que não pagou a conta.

Coitado do CREDOR, está sempre com cara de "bunda sem lavar" por causa de míseros reaizinhos de "meia pataca !" Se analisarmos bem a situação (outra vez), sofre quem tem e goza quem não tem !

Eu tinha, agora não tenho. Sou feliz agora porque dizem por aí:  " L'ARGENT não faz a felicidade de ninguém  ! ".  Está certo que é um dito popular, mas também, quem tem, vai logo respondendo que "manda buscar ". 

Tocou o telefone e eu fui atender. Ainda bem que que não foi cortado ainda, porque já estou com dois meses  de atraso. Meu fone só recebe ligação, eu não posso ligar. Quem é pobre como eu, vive dizendo "que sorte", ainda recebo ligações,... mas a gente não sabe que a Cia. do Telefone só não corta a sua linha definitivamente porque essa é a unica forma que os CREDORES têm pra ficar enchendo o saco o dia inteiro:

- Alôuuu, é da casa do senhor Manuel ?
- Sim. Quem queria falar com ele ?
- Ah, aqui é da Cia. de Cobranças " Já Tá Frito Ltda ". O Senhor é o senhor Manuel ?

De vez em quando eu digo que o Manuel foi viajar para o Mato Grosso do Sul, mas,... a "sirigaita" da telefonista cobradora, vai logo avisando:

- Olha, o senhor pode dar um recado pra ele para ligar-nos com a máxima urgência ?
- Sim, quando ele voltar eu digo pra ele...
- O Senhor não tem como se comunicar com ele ?
- Não, eu sou apenas um amigo da mulher dele e vim aqui só pra dar comida aos cachorros !
- Cachorros ?
- Sim, é que ele foi viajar e não se sabe se volta, então a casa está vazia e eu deixo os meus cachorros aqui porque lá em casa é tudo muito pequeno. E como a casa do Manuel está vazia, prefiro sujar a casa dele mesmo.
- Nossa... Esse Seu Manuel está tão mal assim ?
- Olha moça, ouvi dizer que está nas últimas. Coitado. Teve uma doença aí chamada "l'argentite aguda" e parece que não tem remédio que cure !"
- Nossa,... " l'argentite aguda ? " Já ouvi falar,... não tem cura mesmo. Mas diga pra ele ir na Igreja falar com o Pastor porque nessas horas ele tem que ter fé, muita fé que tudo passa nessa vida !
- Pois é, dona. Tudo passa mesmo.

Ufa, como é duro ficar livre de cobradores indesejados...

- Dlin, dlon,.... (tocou a campainha enquanto a Cia. de Eletricidade não corta a luz por causa de contas atrasadas)

Fui lá ver quem é:

- Boa tarde, o Senhor é o Seu Manuel ?
- Não, não sou, por quê ?
- O que o senhor é dele ?
- Eu nem conheço ele, por quê ?
- Eu sou Oficial de Justiça e o senhor tem que assinar essa intimação aqui...
- Eu ? por quê ?
- Porque sim. Tem que assinar...
- Mas eu nem conheço esse tal de Manuel...
- O senhor está na casa dele e tem que assinar e entregar pra ele....
- Moço, eu vim aqui nessa casa porque as crianças estavam jogando bola e a bola caiu no quintal dessa casa. Eu pulei  o muro e agora estava saindo... O senhor vai me prender só porque eu vim pegar a bola ?
- E onde está a bola?
- Pois esse é o problema: a bola deve ter caído no quintal de outra casa. E parece que tem cachorro bravo por aqui...
- Tem cachorro ? E o "cachorro" do Manuel não está na casa ?
- Sei não moço, sai da frente que eu vou sair correndo antes que aquela fera me morda...

O Oficial "azulou" quando ouviu falar em "fera".

Ufa, como é duro ficar livre de cobradores. Mais um idiota eu consegui enganar.... Ai, cacete, lá vem a dona Mariinha. Ela vende produtos de beleza e a patroa está devendo uma grana preta pra ela...

- Seu Manuel,... Seu Manuel,... não fecha a porta que eu preciso conversar com o senhor...
- Oi dona Mariinha, o que aconteceu ?
- A sua patroa está me devendo uma nota preta e não quer pagar já faz mais de um mês.
- Está devendo, por quê ?
- Ela comprou produtos de beleza. Já está devendo Cento e Vinte Reais... O Senhor tem que pagar...
- Por quê ?
- Porque sim, uai !
- Ai, dona Mariinha, a senhora não está sabendo ?
- O quê ?
- Rosinha ficou doente de um mal muito complicado...
- Que mal ?
- É um problema de falta de vitaminas chamado "l'argentite aguda". Coitada da Rosinha, está na UTI e os médicos dizem que não tem solução !
- "L'argentite aguda ?"  Nossa,... já ouvi falar. Não tem cura mesmo ! Mas diga pra ela, se conseguir sair viva da UTI, pra ela ir na Igreja falar com o Pastor porque nessas horas ela tem que ter fé, muita fé que tudo passa nessa vida !
- Pois é, dona. Tudo passa mesmo.

E lá foi dona Mariinha embora.... Ufa, como é duro ficar livre de cobradores indesejados ! Ainda bem que dona Mariinha é crente, mas é chata, e tão logo não deve voltar aqui...

Opa, aquele safado do Joaquim está passando aqui na minha rua !. O filho da mãe me deve uma grana preta já faz quase um ano. Hoje ele me paga senão eu mato ele...

- Joaquim, seu "veiaco" . Você está me devendo uma grana, meu ! Ainda bem que está passando por aqui porque já estou procurando faz tempo. E aí, seu safado, vai me pagar agora ou não vai ?
- Oh, meu grande amigo. Puxa vida... Estou devendo mesmo. Você não sabe como estou infeliz cada dia que acordo e lembro que estou devendo pra você. E hoje eu vim procurá-lo pra lhe dar uma satisfação...
- Satisfação ?
- Sim, satisfação.
- Por quê ?
- Porque sim. Porque você é meu único e grande amigo...
- Por quê ?
- Você não ficou sabendo ?
- O quê ?
- Tive um mal incurável e fiquei em coma todo esse tempo...
- Do quê ?
- Foi uma coisa esquisita, não tem cura... Aliás, é melhor você não chegar muito perto que essa doença pega.
- Pega ? Que doença ?
- Uma doença que veio dos estrangeiro !
- O quê ?
- Já ouviur falar em " l'argentite aguda ? "
- " L'argentite aguda ? "  Nossa,.. já ouvi falar sim,.. parece que não tem cura mesmo ! ... Mas você parece que está muito bem, seu safado !. E não vem com essa história pra cima de mim, seu malandro, porque nessa escola de malandragem eu sou professor pós-graduado...
- Professor ? Pensei que fosse fosse outra coisa...
- O quê ?
- Bem, já que é professor, então meu grande amigo, eu vim aqui justamente falar pra você que meu filho prestou vestibular e foi aprovado para a faculdade. Vai ser "Dotô Adevogado". Já pensou que ele vai livrar a nossa cara contra os cobradores indesejados ? Vim aqui só pra te falar isso, porque eu sei que você anda tendo uns probleminhas aí e então o meu filho já pode começar a ajudar...
- Pode ?
- Pode ! Já é quase Dotô...!
- Ah, e como ele pode me ajudar ?
- Simples, amigão.... Eu vim aqui pra você ser meu sócio no diploma do Dotô meu filho. Só preciso de uns cinquentinha pra ele pagar a passagem de ônibus pra ir buscar o diploma !
- Cinquentinha ?
- Só isso e seus problemas já estarão resolvidos pelo Dotõ meu filho.
- Amigão Joaquim, você é um amigão mesmo. Leva aí os cinquentinha e mais dez pra ele fazer um lanchinho. Mas, está garantido serviço grátis depois, né ?
- Amigão, palavra de amigo é assinada no bigode. Pode confiar... Você não viu que eu, depois de ficar um ano em coma, vim aqui só pra te dar uma satisfação ?
- É amigo, ainda bem que tem gente honesta nesse mundo. 
- Pois é, a gente sempre tem uns "pobreminhas" na vida... Mas tudo passa, ... tudo passa !
- É verdade, amigão,... vai passar mesmo... tudo passa nessa vida ! Por falar em passar,... olha lá a Margarida, o tempo passou e ela continua gostosa como sempre... me devolve a grana que vou pegar um motel com ela que meus problemas vão passar em cinco minutos !
- Seu safado... tudo passa nessa vida, e você continua o mesmo !

Então, nada como dar bons exemplos de como os problemas na vida da gente, parecem grandes, mas nada que seja tão grande que não fique adequado no momento certo. Tudo que entra sai e tudo que sai, nem sempre entra mais !

Se você não gostou dos exemplos, cuidado pra não pegar uma " L' ARGENTITE " aguda você também e aceite o meu conselho:

... " Faça agora tudo que pode e tem vontade, porque quando aquela pessoa que você ama ligar pra você e disser:  tudo está acabado !,... amigão, nessa hora, você vai ter uma tremenda dor de cabeça que nem Doril vai passar, apesar que como diz o motorista de estrada Rolando Passos Dias Aguiar,... tudo passa, nessa vida tudo passa !"

-    o    -

( P.S.:  -  Substitua os exemplos acima (das cobranças) como sendo as situações que em sua vida você passou com pessoas que "passaram" e que, talvez, não voltaram mais, mas deixaram a saudade, sentimentos de bem querer e até mesmo de paixão, linha tênue entre amor e ódio. Reflita bem e faça com que a vida não passe em vão ! ).

Um lindo dia pra você !  " Au revoir ! "

Raul de Abreu
29 / 10 / 2010