domingo, 29 de agosto de 2010

A VIAGEM














Era uma noite quase madrugada, o vento frio soprava da montanha que ficava na parte alta da cidadezinha. A escuridão tomava conta de tudo, noite esquisita... O medo invadia nossos corações.

Voltávamos da casa de uma tia que fazia festa de aniversário. Estávamos todos nós de mãos dadas: papai, mamãe, minha irmã mais velha, eu, meu irmão do meio e minha irmã mais nova. Acompanhava-nos também o fiel cachorro, um pastor alemão de nome Togo.

Descendo a rua que ia até nossa casa, apenas três quadras distantes de casa de minha tia, avistamos uma bola enorme colorida flutuando por cima da montanha. Parecia um balão... Mas, um balão àquela hora, perto da meia-noite ?

Meu pai brincou conosco e nos assustou: 

- Olhem,... É um Disco Voador ! Os Marcianos estão invadindo a Terra !

Agarrâmo-nos com mais medo ainda e começamos, nós as crianças, a chorar em situação de pânico. Um Disco Voador ! Não se falava outra coisa naqueles tempos. As emissoras de rádio transmitiam, inclusive, vozes que diziam ser do ALÉM !

ALÉM ?

Éramos crianças com menos de dez anos de idade e nunca havíamos escutado essa palavra tenebrosa chamada “ALÉM”. Isso sugeria algo pós-túmulo,... coisas dos mortos, de fantasmas, de filmes de terror !

Não dormimos aquela noite. A luz do quarto ficou acesa a noite toda. A todo instante meu pai ia em nosso quarto verificar se tudo estava em ordem. Dormíamos eu e meu irmão em um quarto, minhas duas irmãs em outro quarto e a empregada em outro quarto ao lado da cozinha. A casa era bem grande, havia cinco quartos sendo que um destinava-se ao quarto de estudos e biblioteca.

Não nos atrevemos a sair do quarto nem pra ir ao banheiro... Ficamos todos escondidos embaixo das cobertas tremendo de medo.

Nos dias que se seguiram as emissoras de rádio, TV e os jornais noticiaram o aparecimento de OVNIS em toda a região. Por ali ficava a Força Aérea Brasileira, com base em Pirassununga onde também haviam registrado o aparecimento dos OVNIS.

Pânico total.

O Padre chamava os obreiros para orações diárias, pois anunciavam o FIM DO MUNDO !

Os dias foram se passando e as aparições não mais foram comentadas.

Anos se passaram. Eu já estava casado e tinha dois filhos pequenos com idades de cinco anos e dois anos.

Certa vez, viajando durante o dia, perto das seis horas da tarde, nas proximidades de Pirassununga avistei algo estranho no céu fazendo evoluções muito rápidas. Estacionei o carro, saí e fiquei observando.

Não era nenhum objeto que pudesse ser identificado como algo conhecido em nosso planeta. Era muito rápido em seus deslocamentos tanto horizontalmente quanto verticalmente. Deslizava em uma velocidade que mal podia ser acompanhada com os olhos e, ao mesmo tempo, estacionava de imediato no ar e voltava a disparar para algum sentido que não era possível entender. Fiquei com medo novamente, mas despertou-me grande interesse e curiosidade.  Mentalizei um contato com “eles”, transmitindo algo como: “quero conhecer vocês !”. No mesmo instante aquele objeto disparou em altíssima velocidade e sumiu.

Ficaram todos assustados, minha esposa e filhos. Contei aos meus pais e amigos. Claro, ... ninguém acreditou no que eu havia visto e contado, mas apresentaram várias versões tais como eu estava cansado da viagem, ou devia ser um foguete de festas juninas, quem sabe uma pipa, até o Arco-Íris,... um pássaro... inventaram de tudo pra explicar o inexplicável.

Recentemente, 30 anos após esse ultimo episódio, vinha de Campinas para Ribeirão Preto e na mesma região entre Leme e Pirassununga, por volta de uma hora da madrugada, em Maio de 2010... parei o carro no acostamento, desliguei e apaguei as luzes. Fiquei contemplando estrelas e as movimentações de possíveis cadentes ou cometas.

Novamente avistei uma bola enorme, que parecia de fogo, que vinha deslizando no horizonte vagarosamente. A estrada estava sem muito movimento, acho que ninguém percebeu. Olhei atentamente e percebi que era o mesmo tipo de objeto que havia observado quando eu tinha nove anos de idade. Desta vez não fiquei com medo e imaginei: “ quero conhecer vocês”.

Aquele objeto continuou deslizando e balançou várias vezes, como que se tivesse entendido minha mensagem e respondido positivamente. Em seguida, em altíssima velocidade sumiu daquele espaço. Seguiu-se uma ventania gélida... talvez o medo, sei lá,... mas a mesma sensação de quando eu era criança.

Nessa ocasião, escrevi a crônica ESTOU CONTANDO ESTRELAS, pois eu pensava na mulher que eu amava. A cada momento que eu me lembrava da mulher, também me lembrava da nave, do objeto, ou sei lá do que posso chamar.

Estou sozinho no mundo. Minha mãe se foi para a outra vida faz pouco tempo. Meus filhos não moram comigo. Tenho poucos amigos reais, não tenho o hábito de sair, durmo pouco e passo horas estudando sobre vários assuntos de filosofia, esoterismo e até coisas sobrenaturais, como ufologia.

Dormi muito cedo, faz poucos dias. Tive um sonho com aqueles encontros que tive durante minha vida. Ah,... não posso esquecer a vez que foi mais maravilhosa em uma praia em Ilhabela, por volta de uma hora da madrugada quando, do nada, surgiu do meio do mar o mesmo tipo de objeto não identificado, todo colorido, silencioso, fazendo evoluções e sumindo da mesma forma que apareceu.

Esses dias durante o sono apareceu-me uma figura muito estranha acompanhada de outras três pessoas (pareciam pessoas, com formas muito parecidas com a nossa), mas que não consegui identificar direito.

Não sei se foi um sonho, mas transmitiram a seguinte mensagem:

- Irmão, você foi escolhido há muitos anos. Estamos observando você desde aquela noite em Tambaú quando era apenas uma criança. Agora chegou o momento de você se preparar para a Grande Viagem que deverá fazer dentro de próximos dias !

Fiquei assustado. Próximos dias ? Mas por quê ?

- Você tem se comunicado conosco desde aquela primeira vez e estivemos preparando o seu corpo e o seu espírito para ficar entre nós por muito tempo. Aproveite seus dias para organizar sua vida e despedir dos seus entes queridos. Vai ser uma viagem muito longa e talvez você não volte tão cedo, apesar de que aonde vamos o tempo não se conta, mas os seus já não estarão mais aqui quando você voltar !

Eu vou viajar ? Mas como ? Com que roupa? Será quer faz frio, é longe, é perto... há tanta coisa pra saber...

- Não se preocupe. Existe aqui muito perto um Portal que está em outra dimensão, invisível aos olhos dos humanos. Está na 5ª. Dimensão e a Terra ainda é um planeta em evolução que se encontra na 3ª. Dimensão em fase de evolução. Esse Portal é chamado O PORTAL DOS SETE PLANETAS e lá há muitos iguais a você que estão há muitos anos estudando e trabalhando em função da paz neste planeta e outros ainda em dimensões inferiores. Esta é a sua missão e deve preparar-se já para assumir junto aos seus.

Mas,... como vou fazer com as pessoas que amo, que conheço, que me conhecem....

- Tudo já está resolvido. Você ainda tem muito tempo. Daqui a uns cento e vinte dias voltaremos para buscá-lo e até lá, comece a se despedir discretamente daqueles que mais ama.


E como será essa viagem ? Não vou sentir nada estranho ?

- Não se preocupe. Vamos prepará-lo. Você vai sentir uma leve sonolência ... e em alguns segundos já não estará mais nesse mundo !

Acordei logo cedo atordoado com aquele sonho. Que coisa esquisita, como pude sonhar com aquilo se não vi nenhum filme a respeito, não li nada, não vi televisão, não me indispus contra ninguém, não fiz nada de errado... a não ser pensar tanto em minha vida que anda tão sem graça ?

Passei o dia andando pelas ruas e pensando. Olhei as arvores da praça, as pessoas passando, os carros, os pássaros... Tudo parecia ser um dia de feriado, como um domingo pela manhã: tudo parado em pleno dia de trabalho.

Eu gostaria tanto saber o que iria acontecer daqui uns trinta dias, por causa de um pedido que fiz... Mas, ela já confessou que já se relacionou com outro, deve estar feliz assim e não me quer mais...

Interessante: meu irmão e cunhada vieram me visitar hoje, agora há pouco, interrompendo esta narrativa. Não estávamos nos relacionando desde junho por causa de um desentendimento tão sem sentido !.

Vieram tão solícitos, alegres, dizendo saudosos,... e vieram me dizer que Stella e outras amigas têm saudade de mim e que gostariam de telefonar. Perguntaram se elas poderiam me telefonar porque estavam se sentindo muito mal por nossa separação desde junho passado. Claro que concordei, afinal, foi apenas uma cena de ciúme bobo que fez com aquela moça se alterasse comigo... Eu estava acompanhado de uma amiga, prima de minha cunhada e que não era nada mais que uma conhecida... As pessoas confundem tanto as coisas... ! E agora ela quer se desculpar por aquele engano e voltar, junto com as outras amigas, a se relacionar comigo.

Que coincidência incrível: tudo se encaixando dentro do que "me disseram" que já estavam preparando tudo...! Eu estava triste por esse afastamento e agora, ... tudo voltando ao normal.

Amanhã começo a arrumar a casa, seja lá o que for... Acho mesmo que chegou minha hora de partir e conhecer outros mundos (???). 

Mas, se não for mesmo um sonho que me assusta em um momento de tanta fragilidade emocional, se realmente é uma viagem que vai acontecer e eu não tenho outra escolha, preciso reafirmar meu amor por tudo que sempre prezei pelo bem querer a todos meus amigos, minha saudade aos meus filhos e o meu mais sincero amor pela mulher que tanto amo e que tanto gostaria de estar com ela hoje, apesar que acho que ela esteja interessada em outro e talvez já se relacionando com ele... Não faz mal, melhor assim que tenha quem possa dar-lhe atenção e carinho em minha ausência pois a vida é dinâmica, nada para mas tudo continua e se renova a cada instante... Será a vontade do Criador ou nossa mesma por nossas perfeições ou imperfeições ?

Mas,... se tenho que partir, desde já deixo meu sorriso de muita alegria por ter convivido com pessoas tão boas e, ao mesmo tempo, vou tentar segurar minhas lágrimas de saudades pelos momentos que não poderei continuar na companhia de tantos queridos (e dela). Sentimento estranho: medo, euforia, alegria, tristeza, incerteza, curiosidade, aventura,... Saudade !

Tomara que isto seja apenas um sonho ! Amo esta vida e todos que fazem parte dela !

5 comentários:

  1. sandra brunow freitas30 de agosto de 2010 18:03

    Tudo que li acredito. Fui educada por uma mãe que hoje tem 88 anos,e que não deixa de comprar livros e revistas sobre ufologia. Logo, o assunto foi abordado desde cedo em minha vida.E acredito em livre arbítrio... Nada é por acaso... Mas choro... se é ficção ou não... como ficam as "saudades"? Será que só podemos viver um grande amor ? Nosso olhar, nossos pensamentos e vivências não podem ser alterados de forma harmoniosa, buscar nosso eu/ou condicioná-lo para pessoas mais sensíveis ? Será que não está ocorrendo um jogo de ações e palavras para você pensar que "ela" é insubstituível ? Avalie ...E sua familia...amigos... você de fato tem certeza que já cumpriu o que teria que cumprir nesta esfera ? Compreendo sua dor... divide comigo... mas acho que não é o momento exato para vivenciar e/ou ser cobaia. Você é gente especial... querida... amada... Não fuja de você e de nós . Permita-se outro olhar para você e outro amor... Lance seu sorriso contagiante... Peça mais um tempinho aos seus "outros" amiguinhos. Tem muita gente que te ama nesta esfera. Mas caso minha súplica não dê resultado, olharei sempre para o céu ... saudosa... procurando você.

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga Sandra: Que bom ler o que você escreveu. Creia que você é uma das pessoas mais especiais com quem sempre tive o prazer de trocar idéias e pensamentos. Entendo sua posição e vou levar em consideração sim. Conforme escrevi, há um misto de realidade e fantasia. Não sei ao certo se foi sonho ou se realmente aconteceu. Vou saber ao decorrer dos dias e espero mesmo que tenha sido um sonho pois é dificil deixar o que a gente tanto gosta para ir a um lugar desconhecido. Porém, será que só depende de minha vontade ? Se eu puder, terei muita satisfação em conhecer o céu de Vitória pois sob esse mesmo céu existe uma criatura maravilhosa que é você ! Abraços, Raul

    ResponderExcluir
  3. pensemos em dimensão.............de tempo e espaço...........
    O tempo espacial não corresónde ao tempo cronologico e....... "a viagem" pode ser apenas o inicio do preparo de aprendizado aos que..... necessitam , porem, apenas enquanto em repouso , conseguimos "operar" e re-equilibrar as energias para o proximo dia........ Inumeras são......as maeiras de.....termos sido escolhido....A mssão ...é ardua......o resultado...... fantastico!. Torça .....para ser um.......consciente!

    Dubhe- inverno/10

    ResponderExcluir
  4. Minha querida amiga dubhe: depois eu te conto, se me deixarem ! (risos)

    ResponderExcluir
  5. rs***** agora percebo inumeros erros de digitação!!!! desculpe............e, não precisa contar............. é tão magico que..... isso a gente não partilha!


    beijo nessa alma linda


    Dubhe- inv /10

    ResponderExcluir