sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O ACASO




É muito comum que as pessoas vivam, em determinadas circunstâncias, deixando que o destino, a sorte, a aleatoriedade, resolvam coisas que parecem insolúveis ou mesmo realizem desejos que voluntária e espontâneamente não conseguem manifestar, posicionar e decidir.

Aí então aparece o milagre do "ACASO"

Não é bem verdade que exista o Acaso. Por acaso, o acaso às vezes até bate á sua porta e você quando atende, vai logo dizendo:

- Nooossaaaa ! Mas que coisa interessante ! É obra do acaso,... por acaso você não é fulano ou fulana de tal ?
- Sou sim,... por quê ?
- Pois é,... por acaso eu estava justamente pensando em você agorinha mesmo ! Acredita ?
- Bem,... se esse é o caso,... Por acaso posso até acreditar !
- Mas, o que traz até minha casa ?
- Bem, por acaso, estou trabalhando agora com esses produtos aqui que "são bão, bão mesmo" ! Será que você, por acaso, não estaria interessada ?
- Bem, o caso é que esses dias, meu sobrinho me trouxe, por acaso, um montão de produtos parecidos.... mas....
- Bem,... então se por acaso você precisar algum dia, aqui está o meu cartão ! Terei imenso prazer em vir até sua casa, por qualquer caso !

Coisa de louco !  Quanta brincadeira com palavras parecidas só pra tentar definir o ACASO.

Se você que está lendo aqui não sabe a origem, preste bem atenção (apesar que o caso do acaso, do meu acaso, não é bem esse caso):

O ACASO, é uma palavra de origem latina " a casu " do tipo de alguma coisa que surge ou acontece sem explicação, ou seja, "à esmo". Dizem os Filósofos entendidos em "palavras" que essa palavra ACASO, tem vários significados diferentes, dependendo do sentido que a pessoa que a usa lhes dá.

(grande coisa esses filósofos descobriram, pois há tantas palavras com sentidos genéricos....! pense aí em algumas...)

Por exemplo:  Ave = pode ser um pássaro, pode ser a Santa, ou pode ser uma Exclamação ! 
- Ave,... você chegou cedo hoje ! ...(e o amante, nu, com as roupas na mão, dentro do armário).

Mas, voltando aos Filósofos, esses mocinhos descobriram que:

a - Algo acontece sem finalidade ou sem objetivo, isto é alguma coisa "SEM CAUSA FINAL".

b - Algo acontece sem ter conseqüência de algo do passado, ou seja, efeito que não se explica por uma determinação precedente.;

c - Algo que acontece sem ser explicado por nenhuma relação com outras coisas, nem simultâneas e nem precedentes, isto é, sem qualquer determinação.

Já que está tudo muito claro e muito bem explicado, fica fácil agora entender o acaso do ACASO !
Mas, pra melhor entender, vamos dar uns exemplos pra ninguém dizer que estou aqui com "TERCEIRAS" INTENÇÕES, já que com "SEGUNDAS" estou faz tempo !

1. - EXEMPLO NÚMERO 1 :  -  Seu carro pode, por ACASO, quebrar na estrada onde não tem um serviço de socorro. Isso é um ACASO, sob o ponto de vista da FINALIDADE DO CARRO, ou seja, ele não deveria quebrar, principalmente se você está com a namorada, em uma estrada deserta e longe de um Serviço Mecânico.   Ela certamente vai ficar "puta da vida" e vai logo dizendo, por acaso, a você:
- Seu sacana, você fez isso só de propósito, né?  Não é por ACASO que meu pai me mandou tomar cuidado com você,... seu TARADO SEM VERGONHA ! Nosso caso termina aqui !
E o pior de tudo, é que foi apenas OBRA DO ACASO,... uma peça eletrônica parou de funcionar e você, por acaso, passou a ser visto apenas, e por acaso, como um GRANDE SACANA !

2 . - EXEMPLO NÚMERO 2:  Você pega sua agenda e, discretamente, vê o número de sua ex-namorada e também o seu e-mail.  Bem, o caso já terminou, mas você, por acaso, começa a se lembrar que ela era assim e assado (pra não falar grosserias do tipo, gostosinha, jeitosinha, cheirozinha, bonitinha e que na cama, por acaso, ... era um caso sério !.

Então, você mais discretamente ainda liga pra ela e diz que esqueceu de devolver um livro dela que ela tanto gostava e que você está muito envergonhado de ter ficado com ele até agora. Assim, você sugere um encontro de por acaso apenas uns dois minutos pra devolver...

Ela responde que você pode até deixar na caixa do correio da casa dela. Então, você, sabendo que ela estará fazendo caminhada em um determinado horário do dia,... vai lá na casa dela exatamente naquele horário....

E,... por acaso, topa com ela e diz:

- Nossa ! Que coincidência ! Eu jamais poderia imaginar que você estivesse em casa a esse horário. Pensei que estivesse trabalhando ou então na Academia....
- Ah, não tem problema. Por acaso hoje resolvi passear um pouco com o cachorrinho... Que bom, assim nós já resolvemos esse nosso caso do livro.... Ah, por acaso você já tomou café?

O filho da puta, por acaso já tomou umas dez xícaras de café, mas, ACASO é ACASO então ele diz:
- Ah, por ACASO hoje eu estava tão preocupado em devolver seu livro que não tomei não.... 
- Então vamos entrar, porque hoje, por acaso, fiz também um bolinho bem gostoso, daquele que você gostava tanto...
- Puxa ! Que bom ! Mas, e as crianças e a empregada ?
- Todos viajando ! Estaremos sós ! Hum... !


Bem, nesse caso, o ACASO é apenas um ACASO que não tem nenhuma consequência de algo passado ou seja, o que por acaso irá acontecer não poderá ser explicado por uma determinação precedente (caso anterior), mas sim a atual OBRA DO ACASO que por acaso começa um novo caso ! Ai ! que caso complicado !

E pra ninguém ficar curioso, depois do chá, do café, do bolo, do suco, dos beijos, dos amassos,... rolou um caso daqueles naquela cama que eu até tenho vergonha de dar detalhes.


Ai meu Deus ! Eu quero um ACASO assim pra mim e já ! Tenho uma mocinha que estou tentando marcar um encontro qualquer dia desses com ela... e se ela me convidar pra tomar café na casa dela ... e se não tiver nem o gato, nem o cachorro, nem os filhos, nem a empregada... vai ser o maior ACASO de amor que aquela casa já viu !

Bem, deixemos de maus pensamentos de lado, afinal estamos falando de coisa séria, Divina, que deve ser tratada com respeito. Portanto aí vem o Terceiro e útlimo exemplo. Depois disso, você sai por aí e vê se conseguiu aprender alguma coisa de como o ACASO faz CASOS IMPOSSÍVEIS tornarem-me "mera obra do Acaso !".

3. - TERCEIRO EXEMPLO NÚMERO 3:  Tudo acontece mesmo pela própria vontade do ACASO, sem qualquer participação das pessoas envolvidas.

Bem,...não se esqueça que "nessa terra, tudo que se planta dá !"  Então,... se você quer dar um jeito na situação, jogue um pouco de bom adubo no ACASO  e regue direitinho que a resposta virá " A CAVALO ".

Tenho uma conhecida que um dia desses me disse:  "Não sei se te amo. Estou na dúvida.Tenho receios,... um pé atrás ! E,... tenho um passado... mas, dependendo do ACASO,... quem sabe rola alguma coisa ? E,... se tiver que rolar.. que role !"

Por acaso será que alguém imagina o que é que eu vou fazer pra não contrariar essa Lei do ACASO ?

Olha,... se você ama alguém, não deixe o ACASO interferir na sua vida. Faça você mesmo o seu ACASO e tenha a pessoa amada nos seus braços, por acaso, do jeitinho que você e ela  sempre sonharam  !

E VIVA O AMOR !

Raul de Abreu Neto
24 / 09 / 2010

7 comentários:

  1. E viva o amorrrrr!!!!Raul de abreu Neto

    ResponderExcluir
  2. ah...eu quero desse jeitinho !!! que nós sempre sonhamos...uhmmmm....eu quero!!!! um sonho na realidade cruel em que vivemos...isso dá força pra viver!!!!TA..TA..basta vc sabe quem é ...publica se quiser...fica a seu dispor...

    ResponderExcluir
  3. Pois é,... o ACASO é apenas uma forma de dizer que a gente FAZ ACONTECER e nunca é por "acaso".

    Eu também quero muito viver assim, criando sempre as condições para que possamos sempre dizer: E VIVA O AMOR !

    Raul

    ResponderExcluir
  4. Ah mobem, quantas vezes discutiremos o tal negocio de queimar velas com defunto ruim....ja passou da hora de vir ser feliz....mil bjos

    ResponderExcluir
  5. Ah, me esqueci...um pé na bunda ás vezes ajuda a pessoa se ligar e ir pra frente......ja passou da hora né?? e com tanta mulher linda á disposição...pensa!!

    ResponderExcluir
  6. CAPONATA..... acaso ou desabafo?

    Não importa..... A M A M O S !!!

    O B R I G A D A .

    dubhe - primavera/10

    ResponderExcluir
  7. sandra brunow freitas26 de setembro de 2010 23:03

    Raul.
    Adorei a idas e vindas para definições de acaso...
    Parabéns meu escritor.....
    Por acaso... não esqueça que estou de olho em você.
    Bjssss

    ResponderExcluir